domingo, 31 de maio de 2009

A minha tribo na manifestação de 30 de Maio








(Para ver em formato grande clicar sobre a imagem)

Fotos de Pérola de Cultura

Exposição do "Tenente Blueberry" em Bruxelas




"Expo BLUEBERRY by GIR"

Para além da inauguração, já aqui anunciada, dos Museus Hergé e Magritte, decorre em Bruxelas, até ao dia 14 de Junho, uma exposição dedicada à “fase áurea” de “Lieutenant Blueberry” – a série de BD iniciada em 1963 e que é geralmente considerada como o melhor western de sempre, em Banda Desenhada.

Trata-se de apreciar diversas pranchas originais e ilustrações de capas da extraordinária criação de Jean-Michel Charlier, notável argumentista, e Jean Giraud, o genial desenhador também conhecido pelo pseudónimo de Moebius e que diz de si próprio: “Tento desde sempre ser aquele que escapa ao seu destino”.

Logo à entrada da exposição, mostra-se a “filiação” de Giraud a Joseph Gillain (Jijé), através de algumas pranchas deste último (da série Jerry Spring). Giraud foi assistente de Gillain e foi este que o recomendou a Charlier, além de mais tarde ter realizado algumas pranchas de Blueberry, quando o desenhador titular viajou para o México!...

Vale a pena ir à Bélgica nos dias que se aproximam!

Luís Diferr

Exposição até 14 de Junho, de 3ª a domingo, das 10h às 18h30.

La Maison de la Bande Dessinée (ex-Musée Jijé)
Boulevard de l’Impératrice, 1
1000 Bruxelles
tel 02.502.94.68
info@jije.org
www.jije.org


Informações e entrevistas em:

http://www.actuabd.com/Blueberry-By-Gir-a-la-maison-de-la-BD-Bruxelles?var_recherche=Blueberry

http://www.blueberry-lesite.com/

http://www.francemagazine.org/articles/issue64/article51.asp?issue_id=64&article_id=51

http://lambiek.net/artists/g/giraud.htm

http://en.wikipedia.org/wiki/Blueberry_(comics)

Manifestação de 30 de Maio – apontamentos






“É fundamental derrotar o absolutismo!”, dizia Francisco Louçã ontem à tarde na manifestação que juntou na Avenida da Liberdade 80.000 professores em mais um protesto pelas políticas educativas deste Ministério.

Além de Francisco Louçã estiveram presentes em solidariedade com os professores Ilda Figueiredo da CDU, Diogo Feio do CDS/PP e Carlos Coelho do PSD.

Estes líderes partidários foram duramente criticados por José Sócrates num comício, onde disse que os mesmos “estão instrumentalizar as lutas sindicais”, enquanto Maria de Lurdes Rodrigues, naquele ar de vitimização que lhe é habitual, referia o “direito que os professores têm de manifestar-se e o dever que o governo tem de prosseguir as políticas educativas que definiu para a escola pública”…

...a mesma ministra que perante a manifestação dos 120.000 professores dizia que "120 mil ou 20 mil, era irrelevante"!

Segundo Mário Nogueira esta manifestação foi mais uma lição de dignidade dos professores, que continuam cientes da força da sua razão e que, por isso mesmo, devem impedir esta maioria absoluta de continuar a governar.

Os Movimentos Independentes de Professores marcaram forte presença, assim como os responsáveis dos mais importantes Blogs de Educação, juntando esforços para continuar esta resistência num espírito de abnegação absolutamente notável.

Segundo me parece há uma unanimidade de posições críticas em relação aos verdadeiros atentados que esta equipa tem cometido em relação à Escola Pública e o que espero sinceramente é que os professores e as suas famílias não o esqueçam na hora de votar.

Não é substituir um modelo de Avaliação absurdo por um simplex que resolve a vida dos professores, cuja carreira foi dividida em duas categorias, gerando situações de profunda injustiça, e mais recentemente e não menos grave, a tentativa de suspensão do vínculo contratual dos docentes.

Só uma derrota desta maioria e a substituição desta equipa ministerial por pessoas que efectivamente saibam pensar a educação em consonância com os professores, que são os seus agentes por excelência, e com uma postura negocial e sem autoritarismos, será possível restaurar um clima de tranquilidade e confiança.

Subscrevo integralmente as palavras de Ilídio Trindade do MUP: “É preciso estancar a degradação da escola pública derrotando esta maioria absoluta”.


Fotos de Pérola de Cultura

sábado, 30 de maio de 2009

30 de Maio - como uma onda do Mar...





COMO UMA ONDA

Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi um dia
Tudo passa
Tudo sempre passará
A vida vem em ondas
Como um mar
Num indo e vindo infinito

Tudo o que se vê não é
Igual ao que gente viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo no mundo
Não adianta fugir
Nem mentir pra si mesmo agora
Há tanta vida lá fora
Aqui dentro sempre
Como uma onda do mar

Lulu Santos/Nelson Motta

Foto: Clark

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Sábado, 30 de Maio, o caminho é para Lisboa!


Apelo à participação na Manifestação Nacional dos Professores de todos os graus de ensino a 30 de Maio pelas 15 horas na Praça Marquês de Pombal em Lisboa:

• Por uma só carreira profissional
• Pela Gestão Democrática das Escolas
• Por uma Avaliação de Desempenho formativa e justa
• Pela revogação da Lei que nos retira a todos o vínculo contratual.

Irregularidades no Concurso de Professores


Recebi este e-mail de um colega professor, que transcrevo, sem quaisquer comentários e omitindo a sua identidade.
Trata-se da cópia de uma carta a enviar aos órgãos de comunicação social denunciando as irregularidades do Concurso de Professores relativamente ao grupo de Informática:


"Caros Senhores

Penso que o abaixo descrito é alvo de investigação e que deve ser dado a conhecer em praça pública.

Existem irregularidades graves no concurso de professores. Este ano só pode concorrer quem é profissionalizado. Visto ser um grupo carenciado, existem milhares de professores de informática que estão a leccionar há anos, sem a referida profissionalização.

Entretanto, além de terminar a profissionalização em serviço, o Ministério da Educação também fechou todos os cursos e mestrados que poderiam conferir a profissionalização destes professores.

Já contactei várias Universidades que tinham estes cursos e algumas responderam que o Ministério da Educação não autorizou a sua abertura. Isto é relevante porque agora só pode concorrer quem é profissionalizado.

Os professores do grupo de informática que já leccionam há vários anos e que ainda não têm a profissionalização, estão sem saída: não podem concorrer nem fazer a profissionalização.

Para agravar a situação, existem alguns professores que concorreram sem serem profissionalizados e, aparentemente, as suas candidaturas foram validadas pelas suas escolas.

Em anexo segue um documento que ilustra uma queixa de um docente que sofre esta injustiça e que mostra uma lista de professores concorrentes e que não têm a profissionalização.

Em relação à identificação da minha pessoa, peço sigilo e, pelo bom senso, as pessoas que constam na listam também devem estar anónimas.

Com os melhores cumprimentos."

Professores que fizeram a diferença


"Tive muitos e bons professores, mas o meu melhor professor não foi, para grande pena minha, meu professor. Por isso limitei-me a conhecê-lo através dos livros. Falo de Rómulo de Carvalho, o professor de Física e Química que foi também o poeta António Gedeão. Estou certo de que os meus professores, a quem tanto devo, perdoarão que os homenageie a todos na pessoa de um professor singular."

CARLOS FIOLHAIS em DE RERUM NATURA/VISÃO, 28 de Maio de 2009

As contas de Maria de Lurdes Rodrigues


Segundo a Ministra da Educação, não só o processo de Avaliação de Desempenho Docente, como também a implementação do novo modelo de Gestão Escolar, foram um sucesso.

Supostamente e no seu entender, estas medidas do Ministério da Educação têm vindo a ser implementadas com grande rigor e consciência pela esmagadora maioria dos estabelecimentos de ensino.

Porém, um jornalista do Público investigando o assunto descobriu que cerca de 500 escolas e agrupamentos abriram os procedimentos com vista à escolha do novo Director Executivo demasiado tarde, e, em alguns casos, ainda não o fizeram.

Segundo Maria de Lurdes Rodrigues eram só 4 ou 5!...

Prémio BLOG DE OURO - só para Mulheres


A colega Isabel Pedrosa Pires atribuiu à Pérola de Cultura o Prémio BLOG DE OURO, o qual, por sua vez tinha sido atribuído ao seu Blog Bilros e Berloques pela amiga Kaótica, do Pafúncio.

Fico honrada com mais esta distinção que muito agradeço à Isabel e vou atribuir, pelas regras do jogo, o Prémio a mais 6 Blogs, todos de Mulheres, que, por razões diferentes, merecem que o seu trabalho seja distinguido.

A todas elas envio com muito carinho este selo, símbolo do meu apreço pela qualidade dos seus Blogs.

A Sinistra Ministra

Anabela Magalhães

Bicho-da-Mata

Blogotinha

Olinda Gil

Um Farol Chamado Amizade

Todos estes Blogs se encontram linkados na barra lateral direita na lista dos meus favoritos.

Quem o receber deverá exibir o selo, linkar o blog que lho atribuiu, escolher 6 mulheres a quem o entregar e deixar uma indicação nesses blogs. Parabéns!

Pede-se experiência


"Já fiz cócegas à minha irmã só para que deixasse de chorar, já me queimei a brincar com uma vela, já fiz um balão com uma pastilha que se me colou na cara toda, já falei com o espelho, já fingi ser bruxo.

Já quis ser astronauta, violinista, mago, caçador e trapezista; já me escondi atrás duma cortina e deixei esquecidos os pés de fora.

Já roubei um beijo, confundi os sentimentos, tomei um caminho errado e ainda sigo caminhando pelo desconhecido.

Já raspei o fundo da panela onde se cozinhou o creme, já me cortei ao barbear-me muito apressado e chorei ao escutar determinada música no autocarro.

Já tentei esquecer algumas pessoas e descobri que são as mais difíceis de esquecer.

Já subi às escondidas até ao terraço para agarrar estrelas, já subi a uma árvore para roubar fruta, já caí por uma escada.

Já fiz juramentos eternos, escrevi no muro da escola e chorei sozinho na casa de banho por algo que me aconteceu; já fugi de minha casa para sempre e voltei no instante seguinte.

Já corri para não deixar alguém a chorar, já fiquei só no meio de mil pessoas, sentindo a falta de uma única.

Já vi o pôr-do-sol mudar do rosado ao alaranjado, já mergulhei na piscina e não quis sair mais, já tomei whisky até sentir os lábios dormentes, já olhei a cidade de cima e nem mesmo assim encontrei o meu lugar.

Já senti medo da escuridão, já tremi de nervos, já quase morri de amor e renasci novamente para ver o sorriso de alguém especial.

Já acordei no meio da noite e senti medo de me levantar.

Já apostei a correr descalço pela rua, gritei de felicidade, roubei rosas num enorme jardim, já me apaixonei e pensei que era para sempre, mas era um 'para sempre' pela metade.

Já me deitei na relva até de madrugada e vi o sol substituir a lua; já chorei por ver amigos partir e depois descobri que chegaram outros novos e que a vida é um ir e vir permanente.

Foram tantas as coisas que fiz, tantos os momentos fotografados pela lente da emoção e guardados nesse baú chamado coração...

Agora, um questionário pergunta-me, grita-me do papel:

- Qual é a sua experiência?

Essa pergunta fez eco no meu cérebro. Experiência.... Experiência...
Será que cultivar sorrisos é experiência?

Agora... agradar-me-ia perguntar a quem redigiu o questionário:

- Experiência?! Quem a tem, se a cada momento tudo se renova ???"

Texto de um candidato a emprego na Volkswagen
(recebido por e-mail)

Em busca da Verdade


“Enquanto não alcançares a verdade, não poderás corrigi-la.
Porém, se não a corrigires, não a alcançarás.
Entretanto, não te resignes.”

José Saramago

(gentilmente enviado pela Gabi)

Museu Magritte em Bruxelas


Além do Museu Hergé, em Bruxelas no dia 2 de Junho inaugura-se também o Museu Magritte, na fabulosa Place Royale.
A decoração da fachada é ela própria uma gigantesca obra de pintura trompe l'oeil, em que o topo do edifício se confunde com o próprio céu, a partir de um quadro do próprio Magritte.


"(...) O Museu Magritte, integralmente dedicado ao pintor surrealista belga, integra cerca de 200 telas, 50 fotos e 15 outros objectos de arte menos fáceis de classificar. O museu inclui ainda no seu arquivo perto de cem documentos e 40 filmes, oito deles permanentemente projectados na exposição."

NUNO GALOPIM em SOUND & VISION, Maio 28, 2009

A não perder.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Golpe do 28 de Maio - a via para o Estado Novo


"A Revolução de 28 de Maio de 1926, Golpe de 28 de Maio de 1926 ou Movimento do 28 de Maio, também conhecido pelos seus herdeiros do Estado Novo por Revolução Nacional, foi um pronunciamento militar de cariz nacionalista e anti-parlamentar que pôs termo à Primeira República Portuguesa, levando à implantação da auto-denominada Ditadura Nacional, depois transformada, após a aprovação da Constituição de 1933, em Estado Novo, regime que se manteve no poder em Portugal até à Revolução dos Cravos de 25 de Abril de 1974.

A revolução começou em Braga, comandada pelo general Gomes da Costa, sendo seguida de imediato em outras cidades como Porto, Lisboa, Évora, Coimbra e Santarém. Consumado o triunfo do movimento, a 6 de Junho de 1926, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, Gomes da Costa desfila à frente de 15 mil homens, sendo aclamado pelo povo da capital."

Fonte: Wikipédia

Meu Comentário:
Porque a memória existe e porque a História também se faz com ela, esta é uma data que devemos lembrar, pelos piores motivos.

Para que os nossos alunos, jovens e menos jovens possam aprender como é importante preservar a Liberdade e tomar consciência de quantas gerações foram vítimas da privação dos mais elementares direitos de cidadania, como expressar o seu pensamento escrevendo, falando ou manifestando-se.


Imagem: Gomes da Costa e as suas tropas desfilam vitoriosos em Lisboa (6 de Junho de 1926).

Jardim Zoológico de Lisboa faz hoje 125 anos


"A 28 de Maio de 1884, o rei D.Fernando II e a família real inauguraram o Jardim Zoológico de Lisboa. Desde então, o parque tem povoado de sonho miúdos e graúdos portugueses."

EXPRESSO.PT. 28 Maio 2009

Paradoxo da Liberdade


"O Homem está condenado a ser livre".
Jean-Paul Sartre

Imagem: pintura de Henrik Hagtvedt

(dedicado ao Paulo Prudêncio)

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Finalmente um Museu para Hergé


“Abre finalmente a 2 de Junho, nos arredores de Bruxelas, um museu inteiramente dedicado ao criador de TinTim. O Museu Hergé será contudo mais que apenas uma evocação de imagens e referências das aventuras do herói da BD que criou em 1929 e vai lembrar a vida e obra de Hergé, num edifício desenhado por Christian de Portzamparc. Aqui fica, para já, a maquete do projecto, cuja construção se iniciou em 2007.”

NUNO GALOPIM em SOUND & VISION, Maio 27, 2009

Luís Diferr, autor de BD e um dos colaboradores deste Blog, envia um endereço electrónico onde poderão ler toda a informação acerca da conferência de imprensa realizada já nas instalações do Museu Hergé:

http://www.actuabd.com/Herge-enfin-a-son-musee

Porquê gritar com o outro?


Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta aos seus discípulos:

'Por que é que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?'
'Gritamos porque perdemos a calma', disse um deles.

'Mas, porquê gritar quando a outra pessoa está ao seu lado?'questionou novamente o pensador.

'Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo.

E o mestre volta a perguntar:

'Então não é possível falar-lhe em voz baixa?'

Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador.

Então ele esclareceu:

'Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecido?'

O facto é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, os seus corações se afastam muito.

Para cobrir esta distância precisam de gritar para poderem ouvir-se mutuamente.

Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para se ouvirem uma à outra, através da grande distância.

Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas ?

Elas não gritam. Falam suavemente. E porquê?

Os seus corações estão muito perto, a distância entre elas é pequena.

Às vezes os seus corações estão tão próximos, que nem falam, somente sussurram.

E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta.

Os seus corações entendem-se.

É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas.

Por fim, o pensador conclui, dizendo:

'Quando vocês discutirem, não deixem que os vossos corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta'.

Mahatma Gandhi

Sábado - a manifestação da despedida


Encontramo-nos sábado!

"1) Este governo desfigurou a escola pública. O modelo de avaliação docente que tentou implementar é uma fraude que só prejudica alunos, pais e professores. Partir a carreira docente em duas, de uma forma arbitrária e injusta, só teve uma motivação economicista, e promove o individualismo em vez do trabalho em equipa. A imposição dos directores burocratiza o ensino e diminui a democracia. Em nome da pacificação das escolas e de um ensino de qualidade, é urgente revogar estas medidas.

2) Os professores e as professoras já mostraram que recusam estas políticas. 8 de Março, 8 de Novembro, 15 de Novembro, duas greves massivas, são momentos que não se esquecem e que despertaram o país. Os professores e as professoras deixaram bem claro que não se deixam intimidar e que não sacrificam a qualidade da escola pública.

3) Num momento de eleições, em que se debatem as escolhas para o país e para a Europa, em que todos devem assumir os seus compromissos, os professores têm uma palavra a dizer. O governo quis cantar vitória mas é a educação que está a perder. Os professores e as professoras não aceitam a arrogância e não desistem desta luta: sair à rua em força é arriscar um futuro diferente. Sair à rua, todos juntos outra vez, é o que teme o governo e é do que a escola pública precisa. Por isso, encontramo-nos no próximo sábado."

Subscrevem este Apelo:

Os blogues:
A Educação do Meu Umbigo (Paulo Guinote), ProfAvaliação (Ramiro Marques), Correntes (Paulo Prudêncio), (Re)Flexões (Francisco Santos), Educação SA (Reitor), O Estado da Educação (Mário Carneiro), Professores Lusos (Ricardo M.), Outro Olhar (Miguel Pinto), O Cartel (Advogado do Diabo), Escola do Presente (Safira), Anabela Magalhães, Bilros e Berloques (Isabel Pedrosa Pires), A Sinistra Ministra, etc.

Os movimentos:
APEDE (Associação de Professores em Defesa do Ensino), MUP (Movimento Mobilização e Unidade dos Professores), PROmova (Movimento de Valorização dos Professores), MEP (Movimento Escola Pública), CDEP (Comissão em Defesa da Escola Pública).

A Pérola de Cultura associa-se a este movimento de convergência e união dos professores.

terça-feira, 26 de maio de 2009

A FOME E A POBREZA DE ESPÍRITO


"Bisogna modificare il concetto di povertà nel mondo moderno.
C'è una povertà interiore irrimediabile."

Corrado Alvaro in Utopie Calabresi

Foto usada em campanha da UNICEF

O regresso de "Monólogos da Vagina"



"Guida Maria volta a apresentar a peça "Monólogos da Vagina", agora contracenando com as actrizes Ana Brito e Cunha e São José Correia, numa nova encenação da directora da Escola de Mulheres, Isabel Medina.
Em cena no Casino Lisboa, entre hoje e domingo."

Alexandre Costa EXPRESSO Terça-feira, 26 de Maio de 2009 9:38

Meu Comentário:
Vi a peça adaptada do livro de Eve Ensler há muitos anos.
É hilariante. Vale a pena ver. Para descomprimir.
Mas também para pensar.

Parabéns à Guida Maria, que apresentou primeiramente a peça sozinha, pela coragem de abordar com humor e frontalidade um assunto que ainda é tabu neste país cheio de preconceitos.

Movimentos Independentes de Professores e Sindicatos apelam à participação massiva na manifestação de dia 30 de Maio


O MEP, o MUP, a APEDE e o PROMOVA convergem no apelo à manifestação nacional de dia 30 de Maio proposta pela Plataforma Sindical.
Nos Blogs de Ramiro Marques, Paulo Guinote e outros manifesta-se igual intenção.

Penso que é talvez a última oportunidade neste ano lectivo de marcar o nosso descontentamento face às políticas educativas deste governo e marcar uma posição face à forma prepotente como esta equipa ministerial tem vindo a tratar os professores desde o início da sua legislatura.

O Estatuto da Carreira Docente, com a divisão da Carreira em Professores Titulares e não-Titulares, todo o processo subsequente do modelo de Avaliação de Desempenho Docente, absolutamente perverso, para não falar no congelamento (e roubo!) de tempo de serviço aos docentes, com os enormes prejuízos na sua progressão, são apenas alguns dos muitos motivos para voltar às ruas.

A minha posição é: com ou sem Objectivos Individuais entregues, todos estamos lesados e magoados, todos temos razões de sobra para nos sentirmos ofendidos na nossa dignidade profissional.
Por isso, TODOS deveremos sair às ruas de Lisboa no dia 30 de Maio.
A Pérola de Cultura junta-se a este apelo.

domingo, 24 de maio de 2009

A Pérola de Cultura regressa ao Mar


Este Blog nasceu há exactamente três meses, a 24 de Fevereiro, dia de Carnaval.
Foram publicados 300 posts e o número de visitantes desde o início foi cerca de 30.000.

Por algum sortilégio mágico ligado ao número três, quem sabe, precisamente hoje, este Blog suspende temporariamente a sua actividade.
Há muito que deixei de acreditar em coincidências...

Algumas adversidades e o excesso de trabalho impõem uma pausa, antes que o estado de exaustão se agrave com consequências mais sérias.
Aproveitarei para repensar a linha do Blog, tentando redefinir caminhos, opções e prioridades.

Tem sido, de qualquer modo, uma experiência muito interessante, que resolvi arriscar completamente sozinha, um pouco às apalpadelas, à qual se foram juntando algumas colaborações eventuais, que muito agradeço.

Aos colegas de outros Blogs que me deram prémios agradeço também pelo incentivo que isso constituiu. Em especial envio um abraço ao Domenico Condito, que foi o primeiro.

Agradeço também a todos os que linkaram o meu Blog nas suas páginas desde a primeira hora e sem reservas. Espero ter merecido a vossa confiança.

Penso que ainda teremos todos muito mais para oferecer aos leitores. Por isso, penso que vale a pena regressar, assim que a conjuntura o permitir.

Irei passando por aqui de vez em quando e, se houver comentários, responderei.

Neste momento a Pérola de Cultura vai dormir, no fundo do Mar, junto das suas irmãs.

Por agora, espero que fiquem bem na companhia da Enya…e “sail away”…!

Sail Away

sábado, 23 de maio de 2009

Woman, I want to express my feelings and thankfulness!



Dedico esta canção a todas as Mulheres "B" com gratidão e carinho.
(gentilmente enviado pela Janeca)

Manias de novo-rico


Criadores de cão de água português já têm reservas pagas para 2010

O cão de água português, antigo companheiro de pescadores, ganhou popularidade inesperada ao tornar-se o eleito de Barack Obama, uma moda que faz os apaixonados pela raça temer pela sua pureza.

"Tem sido uma loucura, já tenho reservas pagas para o próximo ano", disse à Lusa Carlos Moreira, de Santo Tirso, que vende cada exemplar a mil euros, se for para ficar no país. Para fora é quase o dobro. "No dia em que saiu a notícia, à hora de almoço tinha uma ninhada completa, antes do jantar já não tinha nada", contou, recordando o momento em que o cão de água português ganhou destaque nos EUA.

(...)"Há estrangeiros que me dizem que têm um Ferrari, um iate e um cão de água. É muito conhecido lá fora", diz, sublinhando tratar-se de "um cão soberbo".(...)

Mas há quem já tenha assistido a modas idênticas e maus resultados.

Maria João Pulido, coordenadora de bem-estar animal, diz que já aconteceu com os cocker, os huskie e os labrador, que acabaram por perder qualidades devido a cruzamentos menos escrupulosos para alimentar a procura, chegando-se ao ponto de cruzar animais da mesma família. Diz ainda que muitas pessoas compram um cão sem saber o que estão a fazer e adverte que, apesar da aparência, o cão de água "não é um peluche". É por tradição um cão de trabalho, precisa de exercício e companhia."

Público/Lusa, 23.05.2009

Metade dos portugueses tem excesso de peso


"Cerca de cinco milhões de portugueses têm excesso de peso e mais de nove mil pessoas já morreram desde 2004 com problemas relacionados com a obesidade, assegura a Associação de Doentes Obesos e Ex-obesos de Portugal (ADEXO).
O Dia Nacional de Luta Contra a Obesidade assinala-se hoje, mas para a ADEXO o momento não é para comemorações. "Estamos de luto pelas cerca de nove mil pessoas com obesidade que desde 2004 morreram e continuam a morrer nas listas de espera para consulta e nas listas de espera para cirurgia de tratamento da obesidade", disse Carlos Oliveira, presidente da ADEXO.

Carlos Oliveira adiantou que mais de duas mil pessoas aguardam tratamento por via cirúrgica e outros milhares esperam uma primeira consulta no Serviço Nacional de Saúde, alguns há mais de dois anos.

"Todos os anos morrem em média 1500 pessoas, mortes relacionadas com a obesidade e que poderiam ser evitadas", disse.

O mais recente estudo realizado em Portugal sobre a incidência da obesidade, coordenado pela médica Isabel do Carmo, revelou que mais de metade da população tem excesso de peso e que 14,2 por cento destes casos são casos de obesidade.

A obesidade, que a Organização Mundial de Saúde considera "a epidemia do século XXI", é uma doença crónica e constitui um dos mais graves problemas de saúde pública que Portugal enfrenta.

É partindo do princípio de que se trata de um problema nacional que Carlos Oliveira considera urgente a entrada em funcionamento do plano que reduza as listas de espera.

Em Portugal tem assumido especial importância o excesso de peso nas crianças e jovens. A prevalência da pré-obesidade e obesidade em idade pré-escolar, escolar e adolescente é de 31 por cento, com 10 por cento de casos de obesidade.

A patologia está relacionada com um maior risco de doenças e de mortalidade precoce. Nas doenças associadas destacam-se a diabetes tipo 2 e as doenças cardiovasculares."

Lusa/Público.PT, 23.05.2009 - 09h49

João Bénard da Costa foi conhecer Deus


João Bénard da Costa: 1935-2009

"Sabia tudo com paixão. Acreditava que a criação humana era "uma forma de nos defendermos contra a morte". Acreditava em dar "testemunho do que vai durar contra o que parece que está para durar". Acreditava em convencer "quem eu quero que goste tanto como eu gosto" e, "se possível, goste como eu gosto". Escreveu num português vintage de frase lançada. Quando ele escrevia, acreditávamos que sabia tudo.

(...) Comia bem, fumava três maços (...) por dia e nunca deixou de rezar. Durante muito tempo achou que ia morrer no ano 2000, aos 65 anos. Sabia que não havia céu com anjos de nuvem em nuvem ou caldeirões com diabos a picarem. "Mas acredito que esta vida não pode acabar aqui: nada faria sentido, para mim, se assim fosse."

Quando lhe perguntaram qual era a sua maior esperança para o futuro, respondeu: "Conhecer Deus." Assim seja."

Alexandra Lucas Coelho, IPSILON, 21.05.2009

-------------------------------------------------------------------------------

"Quando falamos de João Bénard da Costa, é inevitável lembrarmos o estudioso da história do cinema, o analista metódico do cinema português e também o homem da Cinemateca, sempre empenhado na defesa do património fílmico.
Mas, do tempo em que trabalhei com ele, precisamente na Cinemateca, nos anos 80, gostaria de lembrar, sobretudo, a vontade de descoberta. Ou seja: o João Bénard era alguém que nunca desistia de descobrir, de continuar a descobrir o cinema e as suas convulsões. Isso tem um nome muito especial: cinefilia - e é uma belíssima herança."

Texto lido na Antena 1
Foto de Miguel A. Lopes

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Grande telescópio nas Canárias






"São 40 quilómetros de estrada a pique, contornada por falésia, em curva e contracurva, até chegar aos 2400 metros de altitude do Observatório Astronómico de Roque de Los Muchachos, em La Palma, Canárias. É ali que se encontra o Grande Telescópio das Canárias. Bem-vindos ao GranTeCan, ou GTC, o maior telescópio do mundo.

(...) A escolha das Canárias para a instalação do Observatório Europeu do Norte (ENO - formado pelo Observatório de Roque de los Muchachos, em La Palma, e pelo Observatório del Teide, em Tenerife) deve-se também ao pioneirismo do Governo local, que conseguiu ver na Astronomia uma mais-valia para o desenvolvimento e turismo das ilhas e que criou a primeira legislação do mundo sobre o direito ao céu nocturno.

Toda a iluminação pública das ilhas é de baixa intensidade e a luz pública é obrigatoriamente inclinada para baixo, de acordo com a chamada "lei do céu". Adoptada em 1988 e aprovada em 1992, esta legislação acabaria por ser internacionalizada em 2007 com a Declaração sobre a Defesa do Céu Nocturno e Direito à Luz das Estrelas, assinada em La Palma pela Unesco e por um grupo de 23 países, dos quais Portugal não faz parte.

(...) Tal como a pupila do olho, que na presença de muita luz diminui o seu tamanho mas que, na escuridão, aumenta para conseguir captar os fotões, também este telescópio enorme funciona como uma pupila dilatada. De 10,4 metros de diâmetro. A maior pupila do mundo, capaz de recolher 500 giga de informação por noite.

(...) Para a inauguração, marcada para 24 de Julho, quando se completam os 50 anos do regresso da missão Apolo 11 à Terra, depois do primeiro homem ter pisado pela primeira vez a superfície lunar, está programado um concerto intitulado Música das Estrelas, com Bryan May, o guitarrista dos Queen, e Jean-Michelle Jarre. O convite para a festa já seguiu para a Casa Branca e dizem esperar por uma resposta do Presidente Barack Obama."

Ana Machado, Público.PT, 05.05.2009 - 09h38

Tejo pode voltar a ter golfinhos


Estuário do Tejo tem condições para voltar a ter golfinhos dentro de algumas décadas

"O Estuário do Tejo pode voltar a ter golfinhos nos próximos 30 anos devido à diminuição da poluição que se tem verificado. Investigadores portugueses consideram que já existem condições para o repovoamento dos mamíferos marinhos, que têm sido vistos com mais frequência na costa do Estoril.

“Não garanto, mas acho possível voltarmos a ver golfinhos no Tejo tal como acontecia há 30 ou 40 anos”, disse Maria José Costa, do Instituto de Oceanografia, que começou a estudar o Tejo em 1977. “A poluição no Tejo tem melhorado muito, o que se constata pela observação das espécies sensíveis”, acrescenta a investigadora, referindo-se ao aumento da quantidade de caranguejos, minhocas da pesca e bivalves. Segundo Maria José Costa a deslocalização ou encerramento de fábricas como a Lisnave é uma das razões para a diminuição da poluição. O sistema de ETAR é outra das razões.


“Foi um dos benefícios da nossa entrada na União Europeia”, explica João Gomes Ferreira, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, refrindo à diminuição da poluição no rio. Para o investigador, as directivas da UE, como a Lei-quadro da água, obrigaram a uma alteração de procedimentos.

A ocupação urbana, que por dia obriga que seja lançado para o rio cerca de 300 mil metros cúbicos de águas residuais de dois milhões de residentes, os efluentes industriais e os excessos de nutrientes aplicados na agricultura, que acabam por chegar ao Tejo, são as três razões que afastaram os golfinhos das águas fluviais. Os contaminantes ingeridos pelos cetáceos eram responsáveis por uma taxa alta de mortalidade infantil.

Manuel Eduardo, especialista em mamíferos marinhos e presidente da Associação Projecto Delfim – Centro Português de Estudo dos Mamíferos Marinhos, considera que é preciso fazer mais para se trazer os golfinhos de volta. É necessário “uma maior diversidade de peixe, sedimentos limpos e água com qualidade, o que exigeria a reabilitação de algumas zonas costeiras”.

O grupo Águas de Portugal refere que a presença de golfinhos e de outros mamíferos na Costa do Estoril, “tem vindo a tornar-se um hábito”.

Tanto o ministro do Ambiente, Nunes Correia como António Costa, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, revelaram publicamente o desejo de assistir ao regresso dos cetáceos.

O Estuário do Tejo é o maior da Europa, com uma área molhada a variar entre os 300 e 350 quilómetros quadrados, consoante a maré."

Lusa/Púbilco.Pt, 10.05.2009 - 15h23

Projecto do novo Terreiro do Paço




"Os carros vão «desaparecer» do Terreiro do Paço. O novo projecto de requalificação vai reduzir a circulação automóvel que actualmente é de 40 por cento, mas vai passar a ser de 11 por cento, segundo o projecto apresentado esta sexta-feira pelo arquitecto responsável.

«Quarenta por cento da área da praça é destinada à circulação automóvel. O objectivo é reduzir drasticamente esta opção», assumiu, à agência Lusa, o arquitecto Bruno Soares, referindo que o tráfego não deverá tomar mais do que 11 por cento do espaço.

Esta concepção de mobilidade no Terreiro do Paço vai ao encontro do plano elaborado pela autarquia lisboeta e que foi recentemente submetido a discussão pública.

A placa central do Terreiro do Paço será alargada, as vias laterais serão interditas ao trânsito, os passeios junto às arcadas alargados e o pavimento assumirá um tom amarelado.

O trânsito frente ao rio far-se-á apenas com uma faixa de rodagem e na rua paralela ao arco da Rua Augusta será reservado a transportes públicos, mantendo-se as paragens de eléctrico existentes."

(recebido por e-mail)