quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Cores de Outono











Para assinalar o fim de Setembro e as cores do Outono que já se anunciam nas árvores.

Fotos de Pérola de Cultura, 30 de Setembro de 2009, Praça do Império, Lisboa

Um pântano!



Não me lembro de muitos tempos assim: a descredibilização das instituições do Estado, as suspeições ao mais alto nível, a desconfiança e a "vulnerabilidade" onde deveria haver segurança, são assim os dias de hoje em Portugal.
Um eleitorado estafado e uma abstenção que é, verdadeiramente, a mais real vencedora - hélas! - desta ronda eleitoral tripla que vai culminar com as autárquicas, são a triste realidade que estamos a tentar deglutir diariamente.
"Uma choldra!" merecedora de bengaladas, diria Eça de Queiroz.
Um pântano nauseabundo que dá vontade de emigrar, digo eu!

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Diálogo entre Leonardo Boff e o Dalai Lama



Leonardo Boff, teólogo brasileiro, foi excomungado pelo Vaticano por defender uma teoria chamada Teologia da Libertação.
Deixo aqui um excerto de uma conversa entre este teólogo e o Dalai Lama, respeitando as expressões do seu linguajar brasileiro.


Breve diálogo entre o teólogo brasileiro Leonardo Boff e Dalai Lama.

Leonardo Boff explica:

"No intervalo de uma mesa-redonda sobre religião e paz entre os povos, na qual ambos participávamos, eu, maliciosamente, mas também com interesse teológico, lhe perguntei em meu inglês capenga:

- "Santidade, qual é a melhor religião?"
Esperava que ele dissesse:
"É o budismo tibetano" ou “São as religiões orientais, muito mais antigas do que o cristianismo”."

O Dalai Lama fez uma pequena pausa, deu um sorriso, me olhou bem nos olhos - o que me desconcertou um pouco, por que eu sabia da malícia contida na pergunta - e afirmou: "A melhor religião é a que mais te aproxima de Deus. É aquela que te faz melhor."

Para sair da perplexidade diante de tão sábia resposta, voltei a perguntar:

- "O que me faz melhor?"
Respondeu ele:
- "Aquilo que te faz mais compassivo (e aí senti a ressonância tibetana, budista, taoísta de sua resposta),
aquilo que te faz mais sensível, mais desapegado, mais amoroso, mais humanitário, mais responsável...

A religião que conseguir fazer isso de ti é a melhor religião..."

Calei, maravilhado, e até aos dias de hoje estou ruminando sua resposta sábia e irrefutável."

Que estranha forma de vida

Foi o Mário Machaqueiro que me inspirou para este post, com a sua análise dos resultados eleitorais, em que se refere a um tal "masoquismo" deste nosso povo, mais do que como perversão, como forma de vida.
Que estranha forma de vida... digo eu!


segunda-feira, 28 de setembro de 2009

É só inquietação

"Cá dentro inquietação, inquietação
É só inquietação, inquietação
Porquê não sei, porquê não sei ainda!
Há sempre qualquer coisa que está para acontecer
Qualquer coisa que eu devia perceber
Porquê, não sei, porquê não sei ainda!"


O Devir para mim ainda é um axioma



Não votei em aspirantes a reis nem sou monárquica, mas se vivesse na Escandinávia, certamente seria e sem nenhum problema.

Este vídeo fica aqui pela lírica de Camões e pela voz de José Mário Branco. Ambos são completamente adequados ao dia de hoje.


"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

E se todo o mundo é composto de mudança,
Troquemos-lhe as voltas que ainda o dia é uma criança.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

Mas se todo o mundo é composto de mudança,
Troquemos-lhe as voltas que ainda o dia é uma criança.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

Mas se todo o mundo é composto de mudança,
Troquemos-lhe as voltas que ainda o dia é uma criança.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

Mas se todo o mundo é composto de mudança,
Troquemos-lhe as voltas que ainda o dia é uma criança."

domingo, 27 de setembro de 2009

A falta de coragem para mudar e a crise do absolutismo



A falta de coragem para encarar a necessidade de uma mudança efectiva e o medo de alterar o status quo deram origem a resultados eleitorais curiosos mas preocupantes.

Tanto em Portugal como na Alemanha houve uma maioria de pessoas que votou no sentido da "continuação" e do "desenvolvimento" das políticas seguidas até aqui pelos seus governantes.

Foram renovadas as eleições de José Sócrates e Angela Merkel que vão, ao que tudo indica, continuar a liderar os governos dos respectivos países, embora necessariamente com remodelações.

Sem maioria absoluta, mas com a possibilidade de fazer coligações, o primeiro-ministro apareceu muito feliz e confiante na renovação do seu cargo por mais quatro anos. Maria de Lurdes Rodrigues escusou-se à pergunta dos jornalistas sobre a sua disponibilidade para continuar à frente do Ministério da Educação.

A Democrata Cristã Angela Merkel vai coligar-se com o Partido Liberal, com quem soma uma maioria absoluta para governar.


Por cá, pode acontecer que os próximos dias nos reservem alguma surpresa desagradável.

Alemanha e Portugal esmiuçam os sufrágios




Hoje é o dia em que vamos ver se os portugueses e os alemães desejam "continuar" e "desenvolver" as políticas seguidas pelos seus governantes, respectivamente José Sócrates e Angela Merkel, ou se, pelo contrário, desejam alterar a constituição das chefias dos seus destinos.
Como não me atrevo a fazer previsões, vou ficar a aguardar para fazer posteriormente um comentário, logo que os resultados pareçam claros.
À cautela, levem uma esferográfica própria para a cabine de voto, não vá que o H1N1 também queira esmiuçar os dedos dos eleitores.

Actualização do post às 12:26:
José Sócrates, tendo acabado de votar, na mesma assembleia de voto que Francisco Louçã, declarou-se muito feliz, porque hoje, diz ele, "é o dia do povo, o dia da democracia!"
Vamos ver se o povo decide continuar a assegurar-lhe esta felicidade no final do dia.

sábado, 26 de setembro de 2009

Vírus H1N1 - começa a complicação



"O candidato do CDS-PP à Câmara Municipal de Ourém, Diogo Castelino Alvim, morreu hoje no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, onde estava internado após ter contraído gripe A (H1N1), disse à agência Lusa fonte da sua candidatura."

Sol, Sábado, 26 Setembro 2009

Começam a morrer os primeiros doentes internados com Gripe A nos Hospitais. A doença foi confirmada numa Escola Básica da Amadora (Mina de Água) e noutra de S. Miguel, Açores e mesmo assim o Ministério da Educação decide não fechar esses estabelecimentos, pois "o país não pode parar".
Ora pois, já que os professores não são considerados como um grupo de risco, venha o que vier, teremos de morrer como soldados no seu posto!

Xutos e Pontapés no Restelo

Os Xutos e Pontapés preparam-se para entrar em palco às 22 horas no Estádio do Restelo, onde vão tocar 33 músicas durante 3 horas. Calcularam mais ou menos uma hora para cada década de canções. Os convidados são Camané e o cantor dos Da Weasel.

Para o período de reflexão 2

"Há sempre alguém que nos diz 'tem cuidado!'
Há sempre alguém que nos faz pensar um pouco
Há sempre alguém que nos faz falta
Há saudade."

Trovante



A todos os amigos e colaboradores que fizeram com que este espaço crescesse, a minha gratidão.

Para o período de reflexão

Por enquanto não é proibido sonhar.
Obrigada ao compositor Manuel Freire e ao poeta António Gedeão.




Dedico esta canção no dia de hoje aos meus amigos Ramiro Marques, Cristina Ribas, Miguel Loureiro, Ilídio Trindade, Paulo Prudêncio, Anabela Magalhães, Mário Carneiro, Octávio Gonçalves, Ricardo Silva, Francisco Trindade, Paulo Guinote e Olinda Gil, pela generosa partilha das suas (nossas) utopias.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Workshop de escrita criativa


À descoberta da imaginação...

13 de Outubro a 12 de Novembro de 2009
2ª e 4ª feiras
18:30 às 20:00
A partir dos 16 anos

Programa:
Escrita Automática
Escrita Sensorial
Escrita a partir de objectos e condição Se
O conto - construção e análise de contos
Criação de uma história

Local:
In Impetus
Rua Pau da Bandeira, 50B (à Lapa) - Lisboa

Contactos:
Marta Amado
msb_amado@yahoo.com
963441389
In Impetus: 213157815

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Mesmo assim, não se abstenham!


Cartoon de Henrique Monteiro

(Para aumentar, clique sobre a imagem)

Sydney - primavera dantesca







A tempestade de areias do deserto que se fez sentir durante o dia de ontem em Sydney é, certamente, mais um daqueles efeitos das profundas e cada vez mais frequentes alterações climáticas que estão a afectar o planeta.
Os australianos não viam nada assim desde 1940, pois a visibilidade, nalgumas estradas, não ultrapassava os três metros, debaixo do denso capacete de poeira vermelha.
Qualquer coisa de dantesco, que seria noutros tempos interpretada como alguma fúria dos deuses, ainda por cima simbólica, já que marcou o dia da chegada da Primavera no hemisfério Sul.
Neste caso, o mais provável é que os deuses estejam a ficar incomodados com as emissões de CO2 da China, o maior poluidor do mundo...


Imagens: Sydney Opera House debaixo da tempestade e vista da cidade em condições normais

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

O erro de Joana



Esmiuçada ontem por Ricardo Araújo Pereira no programa do Gato Fedorento, Joana Amaral Dias, muito pouco à altura do seu interlocutor, acabou por dizer quase no fim do programa que iria votar em Francisco Louçã, mas que nas presidenciais votou em Mário Soares. E bem, diz ela, pois “se fosse ele o Presidente da República estaríamos agora muito melhor!”… Seria mesmo, Joana?

Mas as tiradas infelizes na televisão não se ficaram por aqui: Nuno Melo, do CDS, admira-se da subsistência do PCP e do Bloco de Esquerda, dizendo que “ainda há em Portugal trotskismo, leninismo e estalinismo, tantos anos após a queda do muro de Berlim!”


Cartoon de Henrique Monteiro

Magalhães não será distribuído



Programa de distribuição do computador Magalhães suspenso

"Um ano depois do Governo entregar nas escolas os primeiros Magalhães a TSF apurou que o programa está suspenso. Fonte do plano tecnológico da Educação adiantou mesmo não dispor de qualquer informação sobre a continuidade do projecto. (…)
Os pais dos alunos que entraram agora para o primeiro ciclo têm pedido explicações às escolas e o que lhes dizem é que ainda não há ordem do Ministério da Educação para que o Magalhães volte a ser distribuído.
O presidente da Confederação das Associações de Pais confessa-se surpreendido e lamenta a situação.
Albino Almeida lembra que os pais dos alunos podem requerer o Magalhães no início do primeiro ano e considera «lamentável» que algumas crianças corram o risco de não receber o computador este ano.
Interrogado também pela TSF, Manuel Grilo, do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa, confirma que as escolas não têm qualquer indicação sobre o que vai acontecer com o Magalhães."


Comentário: É no mínimo bizarro este anúncio em vésperas de eleições. É caso para dizer algumas frases feitas que aqui se aplicam que nem uma luva:
- "aquilo que nasce torto, tarde ou nunca se endireita".
E ainda - "não há coincidências"!


TSF 23 de Setembro de 2009 às 07:25

Duetos de respeito 3

Andrea Bocelli e Zucchero - uma dupla imperdível

C'est en Septembre



Esta é a saudação de Outono (incompleta) da Carmela.

Deixo aqui a letra para os nostálgicos...

Les oliviers baissent les bras
Les raisins rougissent du nez
Et le sable est devenu froid
Au blanc soleil

Maîtres baigneurs et saisonniers
Retournent à leurs vrais métiers
Et les santons seront sculptés
Avant Noël

C'est en septembre
Que les voiliers sont dévoilés
Et que la plage
Tremble sous l'ombre
D'un automne débronzé
C'est en septembre
Que l'on peut vivre pour de vrai

En été mon pays à moi
En été c'est n'importe quoi
Les caravanes, les camping-gaz
Au grand soleil

La grande foire aux illusions
Les slips trop courts
Les shorts trop longs
Les hollandaises et leurs melons
De cavaillon

C'est en septembre
Quand l'été remet ses souliers
Et que la plage est comme un ventre
Que personne n'a touché
C'est en Septembre
Que mon pays peut respirer

Pays de mes jeunes années
Là ou mon père est enterré
Mon école était chauffée
Au grand soleil

Au mois de mai mois je m'en vais
Et je te laisse aux étrangers
Pour aller faire l'étranger moi-même
Sous d'autres ciels

Mais en septembre
Quand je reviens où je suis né
Et que la plage me reconnaît
M'ouvre des bras de fiancées
C'est en septembre
Que je me fais la bonne année

C'este en septembre
Que je m'endors sous l'olivier

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Os Blogues de Professores baixam as armas?



Transcrevo na íntegra o artigo do Público de hoje sobre o fim de um ciclo na luta dos professsores e os seus eventuais efeitos nos Blogues por eles criados numa determinada conjuntura.
Ela pode, evidentemente, sofrer algumas alterações se o governo se alterar e consequentemente, as políticas educativas também.
Contudo, a vocação de informação e debate que se desenvolveu com a criação dos blogues de professores continuará, assim como a partilha de afectos e empatias.
Quanto ao seu papel em futuras (e eventuais) lutas... previsões antes do jogo não faço e portanto vou manter-me atenta e expectante, prosseguindo o desígnio maior da Pérola de Cultura que são os conteúdos culturais.



Professores baixam as armas nos seus blogues
"Movimentos independentes antecipam redução da contestação"

"Quando, ironicamente, louvaram a ministra da Educação, Maria Lurdes Rodrigues, por ter conseguido unir uma classe tradicionalmente desunida, os autores dos blogues sobre Educação e os representantes dos movimentos de professores independentes dos sindicatos não estavam a brincar. É por isso mesmo que levam a sério o vazio que, acreditam, será gerado pela perda desse factor de união a partir de dia 27. E que se preparam, desde já, para o dia seguinte às eleições. Com um aviso: venha quem vier a governar o país poderá contar com uma vigilância "activa" de quem não tenciona "perder o cheiro a balneário".

Paulo Guinote fez encher uma caixa de comentários com agradecimentos e despedidas emocionadas quando, anteontem, anunciou no seu blogue A Educação do meu umbigo que, a partir de Outubro, em vez de uma dúzia, passará a escrever dois ou três textos por dia. Ramiro Marques fez acender vários alertas quando no seu blogue Profavaliação decidiu lançar o debate sobre aquilo que, após as eleições, poderá acontecer aos blogues e aos movimentos de professores.

Ambos se basearam na convicção de que, se nada ficará como antes de 2007 - "era uma pasmaceira", descreve Guinote - "também não será fácil voltar a assistir-se à erupção" que varreu a blogosfera, arrastando 120 mil professores para a rua, em finais de 2008. "O mérito desse movimento impressionante - que, aliás, mantém o meu blogue entre os 20 portugueses mais vistos - é todo de José Sócrates e da sua equipa ministerial", ironiza Guinote.

Ramiro Marques concorda, mas sente que o momento de viragem já se deu, que "o fim de ciclo antecedeu a mudança de Governo". "No dia em que foram conhecidos os resultados das eleições europeias, os professores consideraram ganha a guerra contra uma nova maioria absoluta", acredita.

Guinote admite que sim e diz ser justificada esta "descompressão" dos professores: "Ainda que o próximo governo minoritário seja liderado por José Sócrates, a oposição, de acordo com as promessas feitas, bastará para fazer cair dois dos motivos de muita insatisfação: as quotas previstas neste modelo de avaliação e a divisão da carreira entre titulares e não titulares".

Correm, então, o risco de verem pulverizados os respectivos blogues? De maneira nenhuma, reagem Paulo Guinote e Ramiro Marques, que não escondem, até, o alívio por poderem trocar a contestação pela reflexão e construção de propostas alternativas. Consideram, ainda, que terão sempre um papel de "pressão e de vigilância sobre o poder político. E, deste, também os movimentos independentes de professores não abrem mão.

"Em relação aos sindicatos, temos esta enorme vantagem de sermos verdadeiramente independentes, de termos uma estrutura bastante ágil e de mantermos o "cheiro a balneário" de quem vive o dia-a-dia das escolas. Se houver motivos para tensões, a nossa capacidade de mobilização mantém-se inalterável", avalia Ricardo Silva, da APEDE (Associação de Professores e Educadores em Defesa do Ensino).

Tal como Octávio Gonçalves, coordenador do movimento Promova (Professores Movimento de Valorização), Ricardo Silva está disposto a, para além de manter a vigilância, colaborar na construção de soluções. E ambos recusam liminarmente a possibilidade levantada nalguns blogues de os movimentos se virem a juntar para formarem um sindicato independente. "Não somos profissionais de luta, mas de ensino", justifica o dirigente da APEDE. "Entrámos nesta luta como professores e dela sairemos como professores", reforça Octávio Gonçalves.

Já Ilídio Trindade, do Movimento para a Mobilização e Unidade dos Professores (MUP), deixa no ar que o MUP "pode vir a assumir uma forma que lhe permita ser mais interventivo". "Caso os motivos de insatisfação se mantenham, será necessário garantir mais eficácia e capacidade de negociação", explica. Mas não confirma que o movimento se vá constituir num sindicato, nem dá a certeza de que se virá a verificar alguma alteração. Diz que a estratégia ainda está a ser definida e que será anunciada antes das eleições.

E uma vitória de José Sócrates? Será uma derrota dos professores? Todos dizem que não, mas Ricardo Silva é o mais enfático. "Não precisamos de ir mais longe: há um ano alguém imaginava que hoje não se pudesse conceber outro resultado que não o de uma maioria relativa? Alguém calculava que a Educação tivesse tal peso nos programas eleitorais de todos os partidos? Não e, nesse aspecto, a vitória já é nossa"."

Público, 22.09.2009 - 10h41 Graça Barbosa Ribeiro

Outono - Vivaldi (Quatro Estações)

Equinócio de Outono



"Em Astronomia, equinócio é definido como um dos dois momentos em que o Sol, em sua órbita aparente (como vista da Terra), cruza o plano do equador celeste (a linha do equador terrestre projetada na esfera celeste).
Mais precisamente é o ponto onde a eclíptica cruza o equador celeste.

A palavra equinócio vem do Latim, aequus (igual) e nox (noite), e significa "noites iguais", ocasiões em que o dia e a noite duram o mesmo tempo.

Ao medir a duração do dia, considera-se que o nascer do Sol (alvorada ou dilúculo) é o instante em que metade do círculo solar está acima do horizonte e o pôr do Sol (crepúsculo ou ocaso) o instante em que o círculo solar encontra-se metade abaixo do horizonte. Com esta definição, o dia e a noite durante os equinócios têm igualmente 12 horas de duração.

Os equinócios ocorrem nos meses de Março e Setembro e definem as mudanças de estação. No hemisfério norte a Primavera inicia-se em Março e o Outono em Setembro. No hemisfério sul é ao contrário, a Primavera inicia-se em Setembro e o Outono em Março."

Texto e imagem de WIKIPEDIA.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Dia Mundial do Alzheimer



Assinala-se hoje o Dia mundial da Doença de Alzheimer.
Trata-se de uma doença degenerativa das células cerebrais, que não tem cura, pois as células danificadas não renascem. Apenas há tratamentos químicos que podem atenuar ou retardar os efeitos desta doença, o mais conhecido dos quais é a perda da memória.
Esta doença é particularmente desgastante também para os familiares próximos do doente.

É urgente salvar o rio Tâmega











O rio Tâmega, que passa em Amarante, está a causar um misto de dor e repulsa aos seus habitantes. Um curso de água que podia ser cristalina e cheia de peixes transformou-se, após a construção da barragem do Torrão, num charco infecto e putrefacto, mercê das descargas das ETARES da região.

A QUERCUS já está alertada para o problema e as populações sensibilizadas para a sua resolução. É preciso que vontades determinantes se movam e que as várias televisões lá vão ver aquilo em que este rio se transformou. Trata-se de um desastre ecológico e um crime ambiental.

Urge remediar este mal - ajudemos a salvar o Tâmega denunciando aos quatro ventos esta situação!


Fotos de Anabela Magalhães.

domingo, 20 de setembro de 2009

Dia 22 - Equinócio de Setembro

Chegada do Outono


São as folhas amarelecidas ou avermelhadas, ligeiramente sopradas pela brisa, aquilo em que encontro a maior beleza do Outono.
Por outro lado, entristecem-me os dias minguantes, o Sol a enfraquecer o seu calor e a luz a diminuir.
Adormeço mais cedo deixando-me enroscar no paradoxo de gostar da vida ao ar livre mas apetecer-me o recolhimento.
Resvalo lentamente para os dias mais frescos onde os sentidos se aplacam e o intelecto se presta a outros aprofundamentos.

Absolutamente revoltante



Treze mulheres sudanesas foram presas num restaurante em Cartum por vestirem calças. O vestuário, considerado impróprio pela lei islâmica valeu-lhes pena de prisão e uma multa. Algumas das mulheres do grupo, do qual fazia parte a jornalista Lubna Al-Hussein, foram de imediato chicoteadas na esquadra local.

A Amnistia Internacional mais uma vez condenou este crime contra os Direitos Humanos, tendo apelado ao governo de Cartum que levantasse as penas.
A jornalista, muito crítica em relação ao governo, foi libertada depois de o Sindicato dos Jornalistas ter pago uma multa de 209 dólares.

Lubna tinha dito que não queria que o fizessem, por ter havido já mais de 700 mulheres presas por causa do seu vestuário, que supostamente "ofendia a moral pública" as quais não tinham ninguém que lhes pagasse a multa.

A jornalista declarou que, apesar de se ter livrado da prisão, não estava feliz, pela repetição destas medidas por parte das autoridades sudanesas, que sistematicamente prendem e chicoteiam mulheres, em nome da lei islâmica.

O artigo 152 do código penal sudanês de 1991, que entrou em vigor dois anos depois do golpe de Estado do actual presidente Omar el-Bashir, prevê uma pena máxima de 40 chicotadas para qualquer pessoa que "cometa um acto indecente, um acto que viole a moralidade pública ou que utilize roupas indecentes".

Lubna foi poupada à pena de 40 chicotadas, mas iria passar um mês na prisão por se recusar a pagar a multa. Entretanto promete continuar a lutar para acabar com a violência sobre as mulheres sudanesas.

Enquanto escrevo este texto sinto um nó de revolta na garganta pela infâmia que isto constitui, pela agressão aos mais elementares direitos das mulheres, que, nestes países, nem como seres humanos são minimamente respeitadas.

Fica registado neste Blogue mais este atentado a juntar à morte da iraniana Neda Soltan e à prisão da Kartika Sukarno por ter bebido uma cerveja no bar de um Hotel em Kuala Lumpur.

Na segunda imagem vemos Lubna Al-Hussein à saída do tribunal vestindo as mesmas calças com que foi presa. Atentado ao pudor, PORQUÊ?


Ouça aqui o registo audio da Antena 1:

sábado, 19 de setembro de 2009

Concentração de Professores em Lisboa



Mais de mil Professores concentraram-se esta tarde, na sua maioria vestidos de preto, junto à Assembleia da República, junto ao Ministério da Educação na Avenida 5 de Outubro e junto ao Palácio de Belém.
Este protesto simbólico e silencioso junto aos órgãos de poder visou manifestar o descontentamento da classe face às políticas educativas e alertar para a necessidade urgente de alterar a equipa governativa no acto eleitoral que se avizinha.


Fotos de Luís Moura da página pessoal de Ramiro Marques.

Ver notícias no Correio da Manhã e na TVI24.

Fotografias da concentração nos Blogues Anabela Magalhães, ProfAvaliação, A Educação do meu Umbigo e O Estado da Educação e Do Resto.

É hoje às 15 horas em três pontos da cidade


A Manifestação de Professores em Lisboa parece contar também com o apoio do S. Pedro, já que está um lindo dia para descer até à Assembleia da República em S. Bento, ao Palácio de Belém ou à Avenida 5 de Outubro. Os três locais são simbólicos e qualquer deles vai ter faixas dos Movimentos Independentes de Professores APEDE, MUP e PROMOVA, que convocaram a Manifestação.
Não fiquem em casa. Vamos testemunhar ordeiramente o nosso descontentamento para com as políticas educativas dos últimos quatro anos de governação.

Museu Paula Rego


A "Casa das Histórias" de Paula Rego é extravagante como ela.
Em Cascais, este projecto assinado pelo arquitecto Souto Moura é um novo Museu, onde estão expostos cerca de 500 quadros cedidos pela pintora.
Foi ontem inaugurado e é um espaço a visitar, sobretudo por mulheres, já que este é o tema dominante da sua obra.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Filme-concerto em Leiria




MARIA DO MAR

Orquestra Filarmonia das Beiras e Bernardo Sassetti (Música original)

"O programa envolve a exibição do filme mudo “Maria do Mar”, de Leitão de Barros, com música ao vivo de Bernardo Sassetti ao piano e Orquestra Filarmonia das Beiras, sob a direcção do maestro Vasco Pearce de Azevedo e voz de Filipa Pais.

O filme “Maria do Mar” é, para muitos, a obra-prima do cinema mudo português, estando representado nas cinematecas de Londres, Nova Iorque, Moscovo e Tóquio. Recentemente restaurado pela Cinemateca Portuguesa e solenemente exibido em Paris, em Setembro de 1998, “Maria do Mar” surpreende pela força com que é contado o quotidiano dos moradores da Nazaré.

Rodado na Praia da Nazaré, este filme aborda as dificuldades da vida da comunidade piscatória, narrando a história de amor entre dois jovens cujas famílias tinham quebrado relações na sequência dum naufrágio: na praia da Nazaré, o arraias (patrão de um barco) Falacha comete um erro que leva à morte de alguns dos seus conterrâneos. O marido da tia Aurélia é uma das vítimas e ela nunca perdoará o erro à família do arrais. Perseguido pela desgraça, Falacha suicida-se. Mais tarde, Maria, a sua filha é salva de morrer afogada por Manuel, filho da tia Aurélia.

O recurso ao grande plano, o desenho sensual dos corpos em contraste com a fúria dos elementos e a convincente combinação da actuação de actores profissionais, de amadores e de gente anónima dão a “Maria do Mar” uma frescura que permite encontrar no filme elementos dum modernismo que permanece no tempo."

Teatro José Lúcio da Silva

Preço: 10,00€ - Duração: 1h45m sem intervalo

Compre o seu bilhete on-line.

A Manifestação é amanhã, dia 19, em Lisboa


"Amanhã, sábado, dia 19 de Setembro de 2009, às 15:00 horas, haverá professores na rua, manifestando o seu protesto em três locais simbólicos do poder: Ministério da Educação (Av. 5 de Outubro), Assembleia da República e Palácio de Belém.

Marcarão presença professores de todas as regiões do País (alguns percorrerão muitos quilómetros), abdicando de um sábado em família e sacrificando um pouco das suas economias.

Não importa que sejam muitos ou poucos. Não importa que haja mais num local do que nos outros.

Importa, sim, lembrar que, depois de uma longa e desgastante luta, os professores não baixaram os braços.

Importa lembrar que os professores não esquecem que foram insultados e indignamente tratados no exercício da sua profissão.

Importa afirmar que necessário estancar as políticas que destruíram o ensino e a escola pública de qualidade.

Importa saber que estamos a poucos dias de recobrar a esperança."


Texto de Ilídio Trindade, MUP.

Lembro que esta iniciativa foi convocada pelos Movimentos Independentes de Professores APEDE, MUP e PROMOVA e conta com o apoio do MEP (Movimento Escola Pública) e dos Blogues A Educação do Meu Umbigo, ProfAvaliação, Correntes, O Estado da Educação e do Resto, Pérola de Cultura, Octávio Gonçalves, Anabela Magalhães, Escola do Presente e Protesto Gráfico, autor do cartaz.

Movimentos Independentes de Professores apelam ao voto útil em cada distrito





"Movimentos de professores apelam ao voto útil contra PS"

Os Professores Ilídio Trindade do MUP (Movimento Mobilização e Unidade dos Professores) e Octávio Gonçalves do PROMOVA (Professores - Movimento de Valorização) apelam a que os Professores não votem no Partido Socialista, aquele que até hoje desferiu o maior ataque de sempre à classe docente desde o 25 de Abril.
Para ouvir na TSF.

Maria de Lurdes disléxica ou ignorante?


"Gostava de lhe dizer que há uns quantos pessimistas de serviço neste país, muito pessimistas.

O que acontece é que o país tem que estar sempre mal e os alunos ser sempre maus.

Quando os resultados são, por si, maus e houveram (???) fragilidades nos conhecimentos e nas competências, aí está a prova de que o país está mal".


Maria de Lurdes Rodrigues, in entrevista à SIC.

(recebido por e-mail)

Sem comentários, senhora ministra da Educação!

Bom dia de sexta-feira

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

"Don't get me wrong!"

Entrevista imperdível de José Sócrates à Antena 1 no dia 14 de Setembro.
O secretário-geral do PS é o convidado da Editora de Política, a jornalista Maria Flor Pedroso.





Ele diz não ter medo que o interpretem mal...
...pode ficar tranquilo, nós percebemo-lo bem!

Curiosa a sua escolha musical, do grupo The Pretenders, traduzido à letra Os Fingidores. Ele há cá umas ironias...!

Fica aqui a magnífica canção "Don't Get me Wrong", para descontraírem depois da entrevista, numa interpretação ao vivo dos Pretenders em 2006.


O partido vencedor das eleições


Antes da tomada de posse

O nosso partido cumpre o que promete.
Só os tolos podem crer que
não lutaremos contra a corrupção.
Porque, se há algo certo para nós, é que
a honestidade e a transparência são fundamentais
para alcançar os nossos ideais
Mostraremos que é uma grande estupidez crer que
as máfias continuarão no governo, como sempre.
Asseguramos sem dúvida que
a justiça social será o alvo da nossa acção.
Apesar disso, há idiotas que imaginam que
se possa governar com as manchas da velha política.
Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
se termine com os marajás e as negociatas.
Não permitiremos de nenhum modo que
as nossas crianças morram de fome.
Cumpriremos os nossos propósitos mesmo que
os recursos económicos do país se esgotem.
Exerceremos o poder até que
Compreendam que
Somos a nova política.


Depois da tomada de posse: ler o texto de baixo para cima.

Texto enviado pela Becas

Comentário: desconheço a autoria deste texto, mas considero-o genial!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Uma Manifestação de Professores diferente



Uma Manifestação diferente das outras, que se pretende simbólica da insatisfação dos professores, para reavivar as consciências em período pré-eleitoral.
É oportuno que os professores se encontrem fora do ambiente de trabalho, discutam e reforcem os laços da convergência. É muito mais aquilo que os une do que aquilo que os separa.

Esta manifestação foi convocada pelos Movimentos Independentes de Professores APEDE, MUP e PROMOVA e conta com o apoio do Movimento Escola Pública e dos Blogues Profavaliação, A Educação do Meu Umbigo, O Estado da Educação e do Resto, Pérola de Cultura, Correntes, Octávio Gonçalves, Anabela Magalhães, Escola do Presente e Protesto Gráfico, autor do cartaz.

O que estará por trás da Gripe A?



Este é um documentário que levanta muitas questões.
É no mínimo inquietante...


Vídeo enviado por Miguel Loureiro, editor convidado do Blogue Profavaliação.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Esquerda ganha eleições na Noruega


Esquerda conserva o poder na Noruega

Resultados ontem à noite davam vitória à coligação de trabalhistas, socialistas e centristas

"O Governo de esquerda da Noruega terá quebrado a “maldição do fundo petrolífero”, tornando-se no primeiro Executivo reeleito para um segundo mandato desde que, em 1996, foi criado um fundo público com parte das receitas do ouro negro, revelavam ontem à noite as projecções oficiais, quando estavam contados 95 por cento dos votos."

Ler a notícia completa no Público, 14.09.2009 - 23h22 João Manuel Rocha

Foto de Pérola de Cultura na Noruega

Gato esmiuça Primeiro-ministro



Na estreia do novo programa da SIC José Sócrates confessou-se fã do Gato Fedorento, pediu um autógrafo para os filhos, a quem tinha prometido "ser simpático e bonzinho".

Apareceu sem gravata em estilo casual e até deu uma ou outra gargalhada. Elogiou a elegância de Ricardo Araújo Pereira e reagiu com fair-play às suas provocações, optando pelo politicamente correcto.
Exemplo: - "Se o Sr. Primeiro-ministro está tão preocupado em criar empregos não fica preocupado sem saber se vai conseguir manter o seu?"
- "Isto não é um emprego, Ricardo, isto não é um emprego..."


Sócrates disse-se amigo de Zapatero, Sarkozy e até ter seguido conselhos de vestuário de Berlusconi!

Ricardo Araújo Pereira não parece propriamente fã de José Sócrates e mostrou-se nervoso e pouco à vontade.
Após o programa Sócrates quis tirar uma fotografia com ele e pôs-lhe a mão no ombro à laia de abraço. Ricardo, visivelmente incomodado, não correspondeu ao abraço.

Sócrates aprendeu a copiar George Clonney no corte de cabelo, no vestuário e no sorriso em situações embaraçosas.
Marketing eleitoral...!


NOTÍCIA ACTUALIZADA A 15 DE SETEMBRO:

«"Gato Fedorento Esmiúça os Sufrágios", o programa que marca o regresso do quarteto humorístico aos ecrãs de televisão, foi visto por mais de 1,35 milhões de telespectadores, colocando-o como o programa mais visto do dia. (...)
Para hoje, os Gato contam com a líder do PSD, Manuela Ferreira Leite, como entrevistada.»


Expresso Terça-feira, 15 de Setembro de 2009 11:39

Este não é como a Carolina Patrocínio






O jovem e belo Ricardo Pereira faz hoje trinta anos.
Mas, como juventude e beleza nem sempre são sinónimos de talento, eu admiro este actor também pelas suas qualidades de interpretação e rigor profissional, pela sua inteligência e pelos valores que defende.

Hoje na festa do seu aniversário disse que a "Amizade é o valor mais importante da vida". Partilho em absoluto dessa opinião, conforme consta como lema no meu perfil.

Ricardo é defensor de causas ecológicas e tem deixado muito bem visto o nome de Portugal no estrangeiro, nomeadamente porque há mais de cinco anos tem vindo a trabalhar sobretudo no Brasil, onde a produção de novelas e séries tem décadas de avanço.

Parabéns, Ricardo!

Um dia destes falarei de Joaquim de Almeida, o actor português mais famoso de Hollywood.

Talentos da música já desaparecidos 2

Tanto Clara Nunes como Elis Regina deixaram este mundo a meio de uma carreira promissora e em circunstâncias pouco esclarecidas.
A sua sensibilidade, energia e alegria contagiante marcaram a minha memória.
Aqui fica a minha homenagem e essas duas divas da canção brasileira.




Canção de autoria de Chico Buarque de Holanda



Também eu queria...
Vídeo de Elis Regina enviado pela Carmela

Beleza a preto e branco







As pranchas pertencem a uma história de Banda Desenhada com o título «Notícias da China», que foi publicada nas "Selecções BD" em 1990.

Passados 19 anos um seguidor da Pérola de Cultura cujo nick é Lion de Lisbonne digitalizou essas pranchas e enviou-as para o Blogue belga "Alixintrepide - la cave aux archives", que publicou algumas delas no dia 9 de Setembro.

Deixamos aqui uma escolha diferente, com outras páginas dessa história, que valeu ao autor, o nosso colaborador eventual Luís Diferr, o «Troféu Vinheta» pela Melhor Banda Desenhada de 1990, atribuído pelo Clube Português de Banda Desenhada.

No referido Blogue poderá ver também entrevistas com este autor.


Imagens: desenhos e textos de Luís Diferr, Notícias da China, páginas 1, 4 e 5, Selecções BD, Meribérica Liber, 1990

(Para ver em grande formato clique sobre as imagens).