quinta-feira, 31 de março de 2011

Bunsen nasceu há 200 anos


O químico alemão Robert Bunsen nasceu há 200 anos e foi o inventor de um dos instrumentos mais usados em laboratório: um bico a gás de intensidade regulável conhecido com o seu nome: o bico de Bunsen.


Ler mais aqui




(imagem do Google)

Horários de professor no CENSOS 2011


"Ao preencherem o Censos 2011 atentem bem nas vossas horas de trabalho enquanto professores.
Não deixem passar em branco esta oportunidade de ouro de fazer ver à Sociedade o quanto os Professores trabalham.
Eu marquei o máximo, porque É VERDADE.
Repassem aos vossos contactos.
Abraço"

(Recebido por e-mail)

"Instruções de preenchimento:
Assinale a opção que corresponde à sua situação.
Deverá ser indicada a opção cujo intervalo de horas corresponda ao número de horas de trabalho semanal na profissão principal.
Devem ser contabilizadas as horas semanais que habitualmente trabalha, devendo incluir as horas extraordinárias, sempre que estas tenham carácter regular. Inclua ainda o tempo passado no local de trabalho na execução de trabalhos tais como a preparação dos instrumentos de trabalho, preparação e manutenção de ferramentas."

§ ( )1 a 4
§ ( )5 a 14
§ ( )15 a 29
§ ( )30 a 34
§ ( )35 a 39
§ ( )40 a 44
§ (X)45 ou mais

Somos obrigados a mudar


A propósito de um artigo em que alguém se indigna pela quantidade de férias e de descanso que os professores têm e pela resposta de um docente que prova que, em média, estamos a trabalhar mais de 50 dias trabalho, por período, sem sermos pagos refiro o seguinte:

Quando a Milú obrigou os professores a cumprir, com actividades diversas, a componente não lectiva na Escola deixando apenas, no máximo, 10 horas para a realização do trabalho individual, referi que iria deixar de trabalhar em casa ou na Escola para além do estipulado, como até então o fazia. Fiquei surpreedido por ter sido criticado por alguns colegas que diziam "como era possível eu tomar uma atitude destas? E o brio profissional?" Porque ainda não tinham percebido bem as implicações e porque somos animais de hábitos, se trabalho em casa todos os dias à noite ou no fim de semana , dificilmente vou alterar esta situação, compreendo que na altura os colegas reagissem desta forma.

Pois é, continuo a ser um professor activo, empenhado e dedicado (às vezes demasido) em todos os aspectos relacionados com a Escola mas, desde então, deixei de levar 'trabalho para casa', salvo em situações pontuais. No entanto, alguns dos meus colegas continuam a 'olhar-me' de forma, digamos, estranha quando reforço estas afirmações. Felizmente, estes, são cada vez menos mas continuam a não compreender como consigo não trabalhar, por exemplo, TODOS os Domingos para que a semana possa decorrer normalmente. Devido à nossa natural resistência à mudança, no início foi díficil adaptar-me, mas agora já está estabilizado e faço as tarefas em função das prioridades e da sua importância. Por exemplo, por ser menos prioritário, já demorei mais de um mês para corrigir e entregar um teste. Faz sentido? Claro que não! Estou consciente da situação e não tenho gosto em fazê-lo.

Fui obrigado a tomar esta atitude para poder disfrutar da família e fazer aquilo que gosto. Actualmente, comparando com a minha actividade profissional, estou tão ou mais ocupado com tarefas lúdicas e desportivas que me dão muito prazer. Obrigado Milú porque, com estas alterações, passei a ter uma melhor qualidade de vida e mais descanso intelectual...

O que não sabe pensar

quarta-feira, 30 de março de 2011

Aniversário de Edgar-Pierre Jacobs

E.-P. Jacobs - Portrait de "l'amie Suzon"

E.-P. Jacobs nasceu a 30 de Março de 1904 foi um extraordinário desenhador e pintor, autor de Bandas Desenhadas consideradas fabulosas e que marcaram gerações, como "A Marca Amarela"ou "O Mistério da Grande Pirâmide".


As personagens do Professor Philip Mortimer e do Capitão Francis Blake tornaram-se ícones incontornáveis para um vasto universo de apreciadores da BD franco-belga, de uma certa "linha clara", comum a Hergé e a Jacques Martin.

E.P. Jacobs - "Valentim", da Ópera "Fausto" de Gounot, 1930

O que pouca gente sabe é que Jacobs foi cantor de ópera (profissional), desenhou para os universos do teatro e que era também um extraordinário retratista, como se pode ver acima com "l'amie Suzon" ou aqui com a sua primeira "épouse Nini".

E.P. Jacobs - "Nini", 1939

Além disso, revelou enorme talento na ilustração para campanhas publicitárias, ramo onde exerceu actividade durante anos em paralelo com as restantes, em época de maiores necessidades financeiras.

E.-P. Jacobs - "La Mode", 1931

O que pouca gente sabe é que Jacobs foi cantor de ópera (profissional), desenhou para os universos do teatro e que era também um extraordinário retratista. Além disso, revelou enorme talento na ilustração para campanhas publicitárias, ramo onde exerceu actividade durante anos em paralelo com as restantes, em época de maiores necessidades financeiras.

Luís Diferr - "Lady Blitz", 1992

Em Portugal, Jacobs é, desde há muito, seguido e homenageado pelo desenhador Luís Diferr, a quem o especialista João Paulo Cotrim classificou como "um nostálgico"!

Ler mais aqui.

Lula, um homem da luta


Lula da Silva é verdadeiramente um homem da luta. Lula era um operário metalúrgico, sindicalista e foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhores, que acabou por chegar ao poder como o 35º presidente do Brasil, cargo que exerceu até ao dia 1 de Janeiro de 2011.

Veio a Portugal receber um prémio pela sua luta a favor dos direitos humanos e receberá um doutoramento honoris causa na Universidade de Coimbra. Está acompanhado de Dilma Rousseff, a sua sucessora, também ela uma mulher da luta.

Convém lembrar que o Brasil é uma república federativa de regime presidencialista e o partido do presidente da república é quem na prática detém a orientação política dominante.


Lula, que nasceu em Pernambuco e trabalhou desde os sete anos, assumiu que foi apenas "um encarregado do povo brasileiro, o verdadeiro herói das Terras de Vera Cruz e o inquilino do Palácio do Planalto". 

Ninguém, aparentemente, à excepção dos brasileiros que o elegeram para dois mandatos consecutivos, acreditava ser possível a um operário vindo dos bairros periféricos de S. Paulo e quase sem instrução académica, dirigir o maior país da América do Sul, com muitos milhões de habitantes.


Lula andou nas greves e manifestações de rua, assim como Lech Valesa. Lula fez crescer o PT nas ruas dos bairros paulistas industriais conhecidos como ABC (Santo André, S. Bernardo e S. Caetano). Valesa esteve na linha da frente do crescimento do Solidarnosc na Polónia, a partir dos estaleiros de Gdansk.

Este homem, contra todas as expectativas da velha Europa, elevou nos últimos anos o Brasil a uma potência em desenvolvimento, com um crescimento económico extraordinário, com a democracia mais consolidada e os direitos sociais mais distribuídos.

Lula foi considerado pelo Financial Times uma das 50 "personalidades que moldaram a década", a Time referiu-o como um dos 25 líderes mais influentes do mundo em Abril de 2010, e os seus concidadãos classificam-no como "o líder mais popular da história do país", pelo seu "charme e habilidade política".



Ao contrário do que diz o inenarrável Miguel Sousa Tavares, as revoluções podem fazer-se na rua. Fazem falta os homens da luta. Em Portugal, no Brasil, no Magrebe, no Médio Oriente, em toda a parte. Os grandes movimentos sociais fazem-se de uma componente fundamental de rua. O resto vai atrás.

É pena que alguns movimentos de rua tenham acabado em massacres como Tiananmen e que um homem da luta com Lui Xiao Bo continue preso nas malhas de uma ditadura fora do tempo, sem que a comunidade internacional deixe de se vergar aos "superiores" interesses económicos do comércio com a China.

Foi pena também que os movimentos de rua da Checoslováquia conhecidos como "Primavera de Praga" tenham acabado num interminável inverno cinzento, sob o domínio neo-estalinista.

Mas algumas das revoluções podem fazer-se na rua. Não foi na rua a Revolução Francesa, com a tomada da Bastilha? Não foram na rua as recentes revoluções da Tunísia e do Egipto?

Que vivam todos os homens da luta, pois eles muitas vezes são capazes de transformar as sociedades, libertar os povos e fazê-los crescer!

terça-feira, 29 de março de 2011

Eduardo Souto Moura - Prémio Pritzker de Arquitectura

Casa das Histórias de Paula Rego, Cascais, projectada pelo Arquitecto Eduardo Souto Moura
Foto de Pérola de Cultura


"O prémio Pritzker, galardão que é considerado o "Nobel da arquitetura", foi atribuído este ano ao arquiteto português Eduardo Souto Moura."

Leia aqui.

O Arquitecto disse nunca esperar receber este prémio, conforme se pode ver aqui:

segunda-feira, 28 de março de 2011

Suspenso o modelo subjectivo de avaliação dos professores

ABC, Marcha da Indignação dos Professores, Lisboa, 8-3-2008

Foi finalmente suspenso, em 25-3-2011, com os votos de todos os deputados menos os socialistas e o social-democrata Dr. Pacheco Pereira, o sistema de avaliação de professores do ensino básico e secundário que os governos socialistas tinham criado e teimado.

Ninguém na classe dos professores contesta a avaliação, que até já acontecia, ainda que fosse displicente. Contestava-se o modelo de avaliação que o Governo impôs. Um sistema que o Governo criou, e manteve, apesar do protesto generalizado, e que teve consequências terríveis nas escolas, devido às opções erradas de critérios subjectivos e de avaliação interna por colegas da mesma escola, até de áreas científicas diversas... A missão do professor passou a ser sujeita à necessidade de agradar ao chefe directo que podia punir o ex-colega com uma avaliação tendenciosa. A harmonia das escolas foi rompida pela zangas da avaliação, pela desconfiança da estratificação, pelas quotas de promoção.

Creio que é agora possível conceber, com paz, com os professores um sistema justo de avaliação, que valorize o mérito. Um novo modelo de avaliação que seja baseado em critérios objectivos e executado por uma agência externa com a colaboração de professores de outras escolas (nunca da mesma).

Publicado por António Balbino Caldeira em Do Portugal Profundo

Órgão do mar


Situado na costa de Zadar, uma cidade da Croácia, encontramos o Órgão do Mar, degraus cravados em rochas que têm no interior um interessante sistema de tubos que, quando empurradas pelos movimentos do mar, forçam o ar e, dependendo do tamanho e velocidade da onda, criam notas musicais, sons aleatórios.


Criado em 2005 ganhou o prémio europeu para espaços públicos (European Prize for Urban Public Space). O Órgão do Mar recebe turistas de várias partes do mundo, que vêm escutar uma música original que dá muita paz. O lugar também é conhecido por oferecer um belo pôr-do-sol, o que agrada ainda mais às pessoas que visitam a localidade.


Zadar é uma bela cidade do litoral da Croácia e foi duramente castigada durante a 2ª Guerra Mundial. A criação do Órgão é também uma iniciativa para devolver um pouco do que o lugar perdeu com tanta destruição e sofrimento.


Veja a estrutura interna das 'escadas'. O detalhe das cordas e notas musicais, que somadas à energia das ondas, criam sons.

 
As lacunas no concreto servem para o Órgão 'respirar' e também para levar os sons criados nas tubulações.




(Recebido por e-mail)

Chumbo do modelo de ADD é para promulgar

De acordo com as notícias do I on-line Cavaco Silva não irá contra a decisão tomada pela coligação do PSD, PCP, PEV, BE e CDS/PP na Assembleia da República na última sexta-feira, a respeito do modelo de Avaliação de Desempenho Docente.
Espera-se portanto a promulgação do diploma e a rejeição do pedido do governo para  que o Presidente da República remetesse o mesmo para o Tribunal Constitucional. Tudo indica pois que esta ADD cai com o governo de Sócrates, conforme diz também o I. Acho muito bem!

Dia Mundial do Teatro

Foi ontem mas poderia ser todos os dias...


domingo, 27 de março de 2011

Professor em tarde de domingo


"Nesta tarde (ou manhã, ou noite), em algum lar, um(a) professor(a) está preparando a aula para o seu filho na escola, enquanto você trabalha ou assiste TV.
Neste mesmo minuto, professores do mundo todo estão usando o seu “tempo livre”, muitas vezes gastando do seu próprio bolso, para a educação, prosperidade e futuro do seu filho.

Copie e cole esta mensagem se você é professor ou se valoriza os professores.
Claudio Alex, in MULTIPLY"

Comigo tem acontecido sobretudo ver testes sumativos nos fins-de-semana e assim continuará a ser até ao fim do período... Não há a sensação de ter descansado quando se inicia a manhã de segunda-feira.
A opinião pública, intoxicada que anda por MST, Rangel e quejandos, pensa que trabalhamos pouco, ganhamos imenso e fartamo-nos de ter férias. Grande engano!
As coisas não aparecem feitas por si sós e os alunos não aprendem se não investirmos num trabalho de qualidade. E esse não cai do céu já pronto, nem depende de esquemas de avaliação espúrios e de intenções duvidosas.
Os professores, na sua generalidade, trabalham muito e sacrificam muitos dos seus fins-de-semana, que deveriam ser passados em família, a classificar provas, preparar aulas e outros materiais didácticos, enquanto os alunos e as suas famílias disso não fazem a menor ideia.

Continua o reinado do "animal feroz"


Para ler aqui e chorar de irritação!
Não se percebe como é que aquela gente, depois de tudo o que já se viu, continua a encarneirar!
As velhas figuras de referência do Partido Socialista devem ter vendido a alma ao Diabo! Quanto às novas, perguntamos o que têm realmente de socialistas...

Cheirinho de primavera





Fotos: Pérola de Cultura

Babel de Sidi Larbi Cherkaoui



Espantosa coreografia num espectáculo quase perfeito, que, poderia dizer-se, reune ópera, teatro e ballet, com canto e música ao vivo. Ontem no Centro Cultural de Belém.

Apagão em Lisboa




Há um ano a Pérola de Cultura juntou-se a este evento, conforme se pode ver aqui. Este ano foi testemunhar o apagão entre as 20:30 e as 21:30 junto de um dos mais emblemáticos monumentos de Lisboa: o Mosteiro dos Jerónimos. A diferença é surpreendente.

Fotos: Pérola de Cultura

"Centenas de milhões de pessoas poderão contribuir hoje para o objetivo de pôr o planeta às escuras, num "imenso apagão", alertando para a necessidade de mudar comportamentos de modo a evitar o aquecimento global e as alterações climáticas. (...)
Mosteiro dos Jerónimos, Ponte 25 de Abril, Cristo Rei, Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos, Castelo de S.Jorge, estações ferroviárias de Santa Apolónia e do Rossio, Teatro D. Maria II, Aqueduto das Águas Livres ou Sé de Évora são alguns dos monumentos que podem estar às escuras."

Ler mais aqui.

sábado, 26 de março de 2011

Earth hour 2011, o apagão mundial



A Earth Hour 2011, à semelhança dos outros anos, vai ser assinalada com um apagão mundial, sucessivo, em muitas cidades do planeta, às 20:30 locais. Durante uma hora, os edifícios públicos e as pessoas singulares que quiserem aderir a este acto, apagam as suas luzes para assim, simbolicamente, pouparem energia a favor do planeta.
Há quem considere isto um grande disparate, mas eu continuo a pensar mais no seu valor simbólico enquanto atitude, do que nos possíveis inconvenientes causados pelas oscilações de potencial na corrente eléctrica e essas coisas dos engenheiros (com o devido respeito aos ditos).
Por isso costumo aderir e este ano vou fazer o mesmo. Apague também as suas luzes todas e poupe energia durante uma hora. O planeta agradece.
Afinal, é tão romântico jantar à luz da vela!

"At 8:30 PM on Saturday 26th March 2011, lights will switch off around the globe for Earth Hour and people will commit to actions that go beyond the hour.

With Earth Hour almost upon us, our thoughts are with the people of Japan during this incredibly challenging and sad time for their country."



Pode saber mais aqui.

"Pileca idosa desentende novos linguajares"*


A levar a sério o adágio, já nem vale a pena gastar latim com semelhante peça.
Já passei da irritação à indiferença, pois visivelmente, MST, ou é falho de inteligência ou teimoso.
Continua a afirmar no Expresso de hoje alguns absurdos acerca da remuneração da classificação (que ele chama correcção) dos exames e dos dias que os professores têm de "folga" para o efeito.
Não se informa, ou simplesmente as suas fontes não são credíveis, pois de cada vez que fala sobre assuntos dos professores, mente. E o dia de hoje não foi excepção. Invenções tiradas de nowhere!
Depois queixa-se de ofensas e de "terrorismo"...

Enfim, bem poderia fazer coro com Francisco Assis, para quem a culpa de tudo o que aconteceu na Assembleia da República a respeito da revogação da ADD, é dos bloggers, pois claro! Essa corja corporativista que até janta com Passos Coelho às vésperas da conspiração anti-governamental! Ser blogger é mau, ser blogger-professor ainda é pior! Tal e qual como para o MST. É trauma!

*O adágio do título é daqui, onde estão descritas as "pérolas" que me causaram todo este azedume. O boneco é do Kaos e veio-me à memória bem a propósito. 

Tenho perdido tempo demais com esta pileca. Não há mais pachorra, é caso perdido, pois já nada tem a ver com o pedigree com que nasceu e nesta idade não irá recuperar o bom-senso. Hélas!

(Post actualizado a 27 de Março)

Mudança para hora de Verão


Na madrugada de hoje para amanhã, dia 27 de Março, quando for uma hora devemos adiantar os nossos relógios para as duas. Entra-se assim na hora de Verão. Ver infografia interactiva aqui.

Citânia de Briteiros - Guimarães


Desenho de José Ruy (Clique para ampliar)

Citânia de Briteiros é um sítio arqueológico, da idade do ferro, localizado no alto do Monte de São Romão, no concelho de Guimarães. As ruínas foram descobertas pelo arqueólogo Francisco Martins Sarmento, em 1875.
Consiste, basicamente, nos restos de uma povoação murada, com traços culturais celtas. A influência da romanização, no sec. I A.C., é evidenciada em numerosos vestígios: inscrições latinas, moedas do império, etc., mantendo-se, contudo, o dispositivo topográfico da povoação, o traçado das muralhas, a planta e a construção das casa e sua decoração com motivos geométricos.


Foto de pormenor tirada no local

Um dos monumentos prè-romanos mais curiosos é o balneário, constando de uma pequena câmara redonda ligada a um recinto quadrangular. Uma das câmaras servia para os banhos quentes, a outra para os de água fria. Mas há muito mais a visitar....


Autógrafo do arqueólogo Francisco Martins Sarmento na doação do seu espólio à Sociedade que tem o seu nome

Bibliografia: Doc. da Sociedade Morais Sarmento

Faça aqui uma visita virtual da Citânia de Briteiros.

Tita Fan

Week-end tube - Pedro Barroso

Texto da coligação partidária aprovado ontem na Assembleia da República


ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Texto de substituição
Projecto de Lei nº 571/XI/2ª (PCP)
Projecto de Lei nº 575/XI/2ª (PPD/PSD)

Suspensão do actual modelo de Avaliação do Desempenho de Docentes
Os deputados abaixo assinados apresentam o presente texto de substituição após discussão na especialidade dos Projectos de Lei nº 571/XI do PCP e nº 575/XI do PPD/PSD:

Artigo 1.º
(Norma revogatória)
É revogado o Decreto Regulamentar 2/2010, de 23 de Junho.

Artigo 2.º
(Novo modelo de avaliação do desempenho docente)

Até ao final do presente ano lectivo, o Governo inicia o processo de negociação sindical tendente a aprovação do enquadramento legal e regulamentar que concretize um novo modelo de avaliação do desempenho docente, produzindo efeitos a partir do início do próximo ano lectivo.

Artigo 3.º
(Período Transitório)

Para efeitos de avaliação desempenho docente, e até à entrada em vigor do novo modelo de avaliação, são aplicáveis os procedimentos previstos no Despacho nº 4913-B/2010, de 18 de Março, no âmbito da apreciação intercalar, até ao final de Agosto de 2011.

Artigo 4.º

(Entrada em vigor)
A presente lei entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação.

Palácio de S. Bento, de 24 de Março de 2011

Os Deputados,
Miguel Tiago
Pedro Duarte
Ana Drago
Heloísa Apolónia

Este texto foi aprovado com os votos contra dos deputados do PS e de Pacheco Pereira, do PSD.
A medida já mereceu o repúdio da ministra da Educação, Isabel Alçada, que quer enviar o assunto para o Tribunal Constitucional, seguindo a ideia da deputada Ana Catarina Mendes (mulher de Paulo Pedroso), conforme se pode ler no Público de hoje.
Por seu lado, "o ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, disse, em entrevista à TVI, esperar o veto do Presidente da República, Cavaco Silva, à revogação da avaliação de desempenho de professores", conforme se pode ler aqui.
Aguardamos as cenas dos próximos episódios.

sexta-feira, 25 de março de 2011

ADD - a realidade e a aparência

"O modelo de Avaliação dos professores é uma monstruosidade kafkiana."

"O modelo de Avaliação de professores é simples, não é nada burocrático, foi feito numa base técnica e científica e está a correr lindamente em todas as escolas."

Apetece-me dizer que a ministra da Educação e os seus suportes do PS estão "orgulhosamente sós", com todos os outros partidos contra eles e, ainda assim, obstinadamente, a tentar defender o indefensável!

Não sei porque hoje me apetece tanto dançar!



Dedico esta música ao Paulo Guinote, que faz hoje anos, e a todos os colegas que nunca desistiram de lutar pela dignidade dos professores.

Avaliação de desempenho suspensa pela A.R.


Recebi da Direcção do SPGL o seguinte comunicado que passo a divulgar:

«Com os votos favoráveis do BE, PCP, PEV, PSD e CDS e contra do PS e do deputado Pacheco Pereira, foi hoje, dia 25 de Março de 2011, suspenso o actual modelo de avaliação de desempenho. Em sua substituição, e até ao final do ano lectivo, foi aprovado um mecanismo avaliativo de que aqui daremos nota assim que seja conhecido.

Vale a pena lutar! Como sublinharam vários deputados nas suas intervenções, a luta dos professores e dos seus sindicatos foi decisiva para este desfecho positivo. Quando a luta é consequente mais cedo ou mais tarde ela dará os seus frutos!

A Direcção»



(Ilustração acima: o único protagonista da triste figura, à excepção dos deputados do PS, hoje na A. R., retratado numa criação do Kaos)

quinta-feira, 24 de março de 2011

Amanhã pode cair o pano sobre a ADD


Se o modelo de Avaliação de Desempenho Docente cair amanhã na Assembleia da República, não me causa qualquer estrago, pelo contrário, regozijo-me com o bom senso que isso revela. 
Tratar-se-á de um bom serviço prestado pelos partidos que votarem a queda de algo que é, à partida, injusto e cheio de buracos e incongruências. Abre caminho a todo o tipo de competições mal-sãs e panelinhas. Deve cair e com urgência. A queda só peca por tardia, porque já há muita gente deprimida pelas escolas. E algumas dessas pessoas foram literalmente obrigadas a embarcar nesta inutilidade...

Nasceu um Blogue de arte

(Cliquem na imagem para ampliar)

Visitem um novo Blogue de Arte da responsabilidade de Luís DiferrAqui.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Isto merecia...

Foto: (c)Luís Diferr

Pelo fim de uma era de desmandos, incompetências e faltas de cortesia e de cultura humanista.
Tchim, tchim! 

Farewell Elizabeth


A actriz inglesa Elizabeth Taylor morreu hoje, aos 79 anos, informou a sua agente à estação de televisão CNN. Tinha 79 anos e sofria de problemas cardíacos. Vivia em Los Angeles.


Elizabeth foi uma das actrizes mais belas e talentosas da história do cinema. Foi casada com Richard Burton, entre outros, e interpretou papéis muito importantes, nomeadamente em peças de Tenessee Williams.


As suas interpretações em "Gata em Telhado de Zinco Quente", "Subitamente no Verão Passado", "Cleópatra", "Quem Tem Medo de Virgínia Wolf?" ou "O Gigante" marcaram em mim a imagem de Elizabeth Taylor como uma excelente actriz, de uma beleza perturbadora e ao mesmo tempo inquietante.


Nos últimos anos foi muito amiga de Michael Jackson e dedicou-se a causas humanitárias e à protecção e integração social de doentes com SIDA, tendo participado em diversas campanhas pela prevenção do HIV.


Parece que era muito rica, mas igualmente generosa. Mulher de ardentes paixões e lutadora incansável, finalizou agora a sua caminhada.

Farewell, dear Elizabeth!