quinta-feira, 5 de julho de 2012

Wittgenstein e os bufões

 "Wittgenstein diz que a linguagem mascara o pensamento, aqui disfarça o vazio. Aprendizes de pensamento único de escola partidária, gente de frases feitas reproduzidas à exaustão, sem a coerência ou a memória que implique a vergonha que vai do que disseram ontem ao que fazem hoje. Gente esponjosa e bafienta que conspurca tudo o que toca. Todos iguais, em circuito fechado, ninguém daria pela troca do nome do boneco. Esta gente com os seus programas de infelicidade. Bufões. Depois deles não virá o caos."
Miguel Cardoso, professor de Filosofia
Texto completo no Blogue De Rerum Natura.
(Um agradecimento à Luísa, pelo envio do link.) 

Sem comentários:

Enviar um comentário