domingo, 13 de abril de 2014

Abril sem a voz dos capitães


Ai, Dona Esteves! E eu, que me regozijei quando a Sra. foi eleita para presidente da AR, por ser mulher... É que para mim, a paridade de género ainda é só para inglês ver. Mas a Sra. tem sido uma das crescentes desilusões para muita gente. Não lhe basta citar Immanuel Kant ou Simone de Beauvoir para conquistar as minhas simpatias. Mais uma vez, essas citações de filósofos ilustres, para quem a Ética era uma práxis, são para inglês ver. E, Dona Esteves, palavras leva-as o vento. Mesmo que sejam palavras bonitas, de mulheres e homens bons de alma, vindas lá de longe, no passado. O que me interessa mais são os atos. A Dona Esteves ficará apenas com o domínio das belas palavras (podemos questionar a sua eloquência); mas os atos, esses ficarão, decerto e para sempre, com os capitães de Abril. Pode ir para a sua casinha e gozar a sua gorda reforma, Sra. Dona Esteves. Muito agradecida, mas a gente pode ler diretamente Kant e Beauvoir e sem sotaque.
(Notícia aqui)

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Minha querida, desta vez não resisti. Esta senhora está-me a ser por demais indigesta! Aquele abraço, amiga. Beijinhos muitos.

      Eliminar
  2. Que saudades Lelé.
    Bom regresso :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, minha querida Romã. Saudades das conversas ao vivo e a cores, pois na net, vou-te sempre seguindo no Blogue das receitinhas caseiras.
      Beijinhos, minha amiga. E até breve, espero.

      Eliminar