sábado, 28 de fevereiro de 2009

As menções de Excelente e Muito Bom contam para o concurso de professores

1. Era de prever. Quem tiver Excelente este ano tem direito a mais 2 valores na graduação profissional. Quem tiver Muito Bom, tem direito a mais 1 valor.
2. Toda agente reconhece a falta de seriedade da avaliação simplificada de desempenho. É de prever que haja escolas que dêem Bom a todos. Outras que esgotem as quotas de Excelente e de Muito Bom e distribuam a eito as menções mais elevadas. Os professores serão avaliados em tempo recorde: apenas nos últimos seis meses do ano lectivo.
3. Aqueles que apelidavam o modelo de avaliação de desempenho de pouco sério têm agora a prova da acusação.
4. Resta saber: o que vão fazer os sindicatos? Vão deixar passar esta afronta em branco? Vão reagir? Estarão os professores dispostos a reagir ou, ao invés, ajoelham face à prepotência do ME?
5. É preciso que a Fenprof e a Fne reajam depressa a esta afronta. E digam o que pensam fazer.
6. Existe uma disposição transitória no decreto-lei 51/2009 que fixa que, para o concurso deste ano, ainda não é considerada a avaliação de desempenho.
PUBLICADA POR RAMIRO MARQUES in PROFAVALIAÇÃO, 27 DE FEVEREIRO DE 2009

Sem comentários:

Enviar um comentário