segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz Ano Novo

(c) Charles Schulz

Ponderei seriamente se havia ou não de assinalar os habituais votos de Bom Ano. Acho que sim, os leitores merecem e os amigos também. 
Não é que a disposição seja de festa, bem pelo contrário, sei bem que a partir da meia-noite, a vida de todos nós está para piorar. Só já peço a saúde necessária para poder trabalhar; assim o emprego não me fuja.
Não encontrei melhor imagem para assinalar este momento do que esta de Charles Schulz, pois lembrou-me o que me vai na minha sala de aula, com 30 criancinhas aos berros e mais ou menos uma "baita confusão"...
Para todos os que ainda por aqui passam, o meu abraço fraterno e desejo de muita força para enfrentar o que vier.

5 comentários:

  1. tens toda a razão, Lelé! :(
    Bem, para despertar aí um sorrisinho... deixo aqui a minha prenda de Natal para a blogosfera...
    http://margarida-alegria.blogspot.pt/2013/01/ano-novo-cartoons-novos-presepio-vivo.html
    Uma banda-desenhada natalícia, ou quase.Por aí.
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Margarida.
      Bem giros, os teus cartoons!
      Parabéns pelo talento e um grande beijinho.

      Eliminar
  2. Não podemos baixar os braços. Eu ainda acredito naquele ditado: "Não há bem que dure, nem mal que perdure", portanto, resta-me acreditar, ter esperança e fazer com que em cada dia, tenha saúde e trabalho.
    Beijinhos e um próspero e feliz 2013. Pelo menos estamos cá ;)
    Romã :*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela força, minha amiga.
      É claro que estamos cá para o que der e vier.
      Abraços e beijinhos.

      Eliminar
  3. A nossa força de vontade é e será sempre a nossa melhor e única arma. Pela parte que me toca é o que me tem valido. Portanto amiga nada de desânimos e vivamos o nosso dia a dia da melhor forma possível. Desejo muita saude, trabalho e energia para o poder realizar. Aguardemos com esperança que a caravana passe...bjs e muitas alegrias em 2013.

    ResponderEliminar