quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Dia Internacional da Filosofia 2

Escola de Atenas, Rafael Sanzio


" Apenas direi que a Filosofia, tão maltratada pelas suas multíplices adjectivações (filosofia disto e daquilo... até do futebol), tem de se recentrar novamente nas suas origens históricas, como consciência vigil de indicativos esquecidos, como atitude humilde de um 'não saber' radical capaz de se contrapor às arrogantes "sapiências" de economistas, cientistas e outros 'istas...' Sem se assumir como o fim do caminho (ou como um fim em si mesma), a filosofia pode continuar a desempenhar o seu papel inquietante que, paradoxal, surge como aquele momento de paragem - terapêutica - capaz de nos arrancar da cegueira quotidiana e nos lançar, através de um 'pórtico', para o Infinito!"


Isabel Medina

Sem comentários:

Enviar um comentário