terça-feira, 26 de abril de 2011

Giardino em tradução portuguesa

Capa: (c)Vittorio Giardino/Edições ASA

RAPSÓDIA HÚNGARA é a primeira obra de Vittorio Giardino traduzida para português a partir do texto original italiano e foi agora publicada pelas Edições ASA em co-edição com o Público.

A acção passa-se em Budapeste no ano de 1938, nos antecedentes da 2ª Guerra Mundial.
Max Fridman é um investigador, discreto e eficaz, que acaba por se envolver, embora contra a sua vontade, com uma rede de espionagem internacional, por ter sido feita chantagem sobre a sua filha de dez anos...

À mistura com as investigações, claro está, nos romances de Giardino, nunca faltam as relações escaldantes com belas mulheres, assim como episódios picarescos e de bom humor, à boa maneira das grandes bandas desenhadas franco-belgas, de quem este autor italiano muito se aproxima, quer no estilo narrativo, quer na linha gráfica.

Giardino é, em todos os aspectos, um grande autor de Banda Desenhada, para mim um dos melhores da contemporaneidade. Recomenda-se a leitura deste livro e uma apreciação detalhada dos desenhos.

2 comentários:

  1. Não conheço o autor, mas estou tentado a ler! Afinal de contas, a Pérola de Cultura não recomenda qualquer livro...

    ResponderEliminar
  2. Vale a pena, tem uma excelente qualidade, tanto a nível de texto, como de desenho. E a tradução é de confiança ;-)

    ResponderEliminar