terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Postal de Bom Ano Novo de Luís Diferr

(c)Luís Diferr

No que me diz respeito, dispensaria a prova da existência de Deus. Bem me bastam as de René Descartes.
"un éclair d'éternité", não desdenharia...! 

9 comentários:

  1. Que belo começo de ano, isto é, que belo postal para a Pérola :D
    Votos de um 2011 com muito sucesso, tanto para a Pérola como para o Luís.
    Beijinhos :*

    ResponderEliminar
  2. Lena,
    Oh! mais oui, en français, trés chic!
    J'ai bien aimée la carte postale! Et que les "preuves" et les "éclairs" viennent en 2011, surtout pour que ne restions pas sans-culottes. Vive la crise!!!
    Bonnes Fêtes pour toi et Louis.

    ResponderEliminar
  3. Amigas
    O postal não foi feito para a Pérola, antes é um desenho extraído de uma banda-desenhada em vias de preparação.
    E como o artista tem andado envolvdo com edições francófonas, voilà, la carte postale de meilleurs voeux est en français...
    Et Bonnes Fêtes pour vous aussi!

    ResponderEliminar
  4. Pois... Recordo-me de várias discussões - com uma antiga professora - sobre as Provas da Existência de Deus... Mas enfim! A arte deve ser controversa, n'est-ce pas?!

    ResponderEliminar
  5. Ah, sim? Interessante...
    Mas, entre geómetras e filósofos, quem acaba por fazer prevalecer a imagem sobre qualquer discurso ou demonstração, são mesmo os artistas...!

    ResponderEliminar
  6. A melhor prova de que Deus existe é que nós O podemos desenhar, não?
    Feliz Natal para todos vós.

    ResponderEliminar
  7. Obrigada, amigo Tacci!
    Um abraço de Boas Festas!

    ResponderEliminar
  8. Bem, se não é uma Pearl, bem que podia ser... Agora eu não sei o que é que ela esconde atrás da camisa, mas será com toda a certeza... cultura. Parabéns aí ao desenhador da casa, pois está espectacular e aproveito para lhe desejar "muita m..." (como dizem os artistas do teatro) para essas edições francófonas. Ah, e já agora aproveito para agradecer a edição que me chegou por e-mail. Bjs e um abraço.

    ResponderEliminar
  9. Pois, deve ser cultura, claro!
    O mistério está em saber se a Muriel está a fechar a camisa ou se vai abri-la...
    Eu até sei, mas não digo! ;-)

    ResponderEliminar