domingo, 25 de setembro de 2011

Contradições na Arábia Saudita


O rei da Arábia Saudita concedeu o direito de voto às mulheres. Parece que também poderão candidatar-se às eleições municipais. Esta medida só peca por tardia umas boas décadas. Mas antes tarde que nunca. O que não compreendo é para que serve o direito de votar e eleger mulheres para as autarquias, se continua a existir a proibição de trabalhar, viajar, conduzir ou serem operadas sem a autorização do marido.
Não se entendem cargos os públicos como trabalho? Pois não, apenas é atribuido às mulheres um papel num conselho consultivo. 
Os direitos humanos na Arábia Saudita estão ainda muito longe do desejável, enquanto as mulheres forem encaradas como seres inferiores, propriedade de pai ou marido, subalternas e escravas. Os direitos à participação política irão certamente refletir essa desigualdade que subsiste.

Ler aqui a notícia.

Sem comentários:

Enviar um comentário