sábado, 3 de setembro de 2011

O Acordo Ortográfico entra em vigor. Com ou sem acordo.


Aqui temos um Blogue muito prático e útil, de António Pereira, professor na Escola Secundária Ferreira Dias, Cacém, exclusivamente dedicado ao novo Acordo Ortográfico.
Com ou sem concordância, a nova grafia vai mesmo ser implementada, a partir de agora nas escolas e a partir de janeiro nos organismos oficiais.
Fica a sugestão da consulta frequente deste Blogue, que tem links para para um conversor e remete para vários guias, a partir dos quais poderemos tirar dúvidas.

Imagem: grafismo de P.D. "Os Pescadores de Pérolas".

4 comentários:

  1. Oi, Helena:
    Aqui, no Brasil também, a partir de janeiro do ano que vem, será obrigatório o novo Acordo Ortográfico. Um ótimo final de semana, beijos :)

    ResponderEliminar
  2. Uma vergonha este acordo, o que fizeram à língua portuguesa...

    Porque será que nos outros países de outras línguas não fazem acordos ortográficos?

    Bom regresso Lélé!

    ResponderEliminar
  3. Olá, Lelé!
    Agradecido pela divulgação do blogue aqui do AP. Em breve, estará, a pedido de várias famílias de amigos, disponível um novo documento: "NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO: GUIA PARA PAIS E FILHOS" (numa folhinha A4...).
    Que o que resta deste domingo na ampulheta inexorável do tempo seja agradável!
    AP

    ResponderEliminar
  4. Obrigada, meus amigos, por todos os comentários.
    Não temos de estar todos de acordo com o Acordo. O que teremos é de utilizá-lo na nossa escrita, a pouco e pouco, a partir de agora. E habituarmo-nos à ideia de que, de vez em quando, desde 1911, isto tem vindo a acontecer. Não se pode inverter a marcha do tempo.
    O meu avô dirigiu um jornal onde se escrevia mãi, pae e quasi. Eu já não aprendi assim, mas apanhei a reforma de 1973 que retirou os acentos dos advérbios de modo, entre outras coisas. E rapidamente me adaptei.
    Abraços a todos vós.

    ResponderEliminar