segunda-feira, 23 de maio de 2011

Gravidez na adolescência


As consequências negativas de uma gravidez na adolescência são inúmeras e provocam grandes perdas individuais, assim como para toda a sociedade tornando-se num fenómeno preocupante.
O recurso ao aborto; os riscos obstétricos caracterizados por diversas complicações clínicas de todo o tipo e correspondendo a graves problemas de saúde, com variadas consequências físicas para a mãe e para o bebé; os relacionamentos inconsistentes; as restrições nas opções de vida e na oportunidade de inserção no mercado de trabalho. Em todos os países, a sexualidade, a gravidez e a maternidade adolescente estão, muitas vezes, associadas à alimentação deficiente, ao parto prematuro, a complicações no parto o que denota ser a gravidez na adolescência um sério problema de saúde pública.
No início do ano 1980 realizaram-se nos EUA as primeiras tentativas para calcular os custos da maternidade na adolescência. Entre os estudos mais completos estão os de Wertheimer e Moore (1982).
Associado a este fenómeno estão, ainda, as situações de abandono escolar, consequência da gravidez e um factor de risco em si mesmo.
Por estas razões, é fundamental organizar um programa de intervenção que possa prevenir a especificidade desta situação.

Becas

Sem comentários:

Enviar um comentário