segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Khaddafi em fuga


Mesmo que o coronel esteja a caminho da Venezuela, a sua ditadura mantém-se pela mão do seu filho, que já disse preferir desencadear um banho de sangue no país do que abandonar o poder, uma vez que "a sua família pertence a um clã que jamais faria isso!" 
O paranóico Khaddafi, agarrado ao poder há 41 anos, deveria ser julgado num tribunal internacional, assim como todos os ayatollahs, talibãs e restantes ditadores, por crimes contra a humanidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário