quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A propósito da Grécia


‎"Do rio que tudo arrasta diz-se
que é violento.
Mas ninguém diz quão violentas são as
margens que o comprimem."

Bertold Brecht
(cortesia Leonídia Marinho)

Sem comentários:

Enviar um comentário