segunda-feira, 30 de abril de 2012

Sessão evocativa de Miguel Portas

Mário Laginha, "Traz outro amigo também" (José Afonso)

Marisa Matias

Aldina Duarte

António Costa

João Semedo

Francisco Louçã

Mísia

Paulo Portas

André e Frederico, filhos de Miguel Portas

Fotos (c) Luís Diferr para Pérola de Cultura

A iniciar os discursos, Ruben de Carvalho lembrou os tempos de juventude de Miguel Portas. Depois outros se seguiram, como o presidente da CM de Lisboa e dirigentes do Bloco de Esquerda. Por fim, o irmão e os dois filhos.
Cantaram vários amigos e amigas, como Tito Paris, Xana e o Khalil Ensemble. 
Rita Blanco leu passagens do livro "Périplo" de Miguel Portas. 
Mas os momentos mais emotivos estão aqui registados nas fotos de Luís Diferr, que fez questão de comparecer. Estiveram presentes nesta cerimónia muitos outros artistas e pessoas da comunicação social, como Luís Represas, João Gil, Ana Mesquita e Margarida Pinto Correia.
A abrir e a fechar a sessão ouviram-se as músicas de uma playlist que Miguel Portas tinha feito para a TSF.
A escolha do local, o Jardim de Inverno do Teatro São Luiz, em Lisboa, assim como dos amigos para cantar, constavam de uma nota que deixou, cujo título era "Para o caso de isto correr mal...". 
E correu.


Mais pormenores aqui.

2 comentários:

  1. Obrigada pela oportunidade de partilhar e poder usufruir de tudo um pouco, assim juntinho. Levou tempo, mas cheguei ao fim.
    E, sim, é preciso ter esperança!
    Na nossa esquerda plítica faltam pessoas assim. Com convicção, cultura, carisma, educação, respeito pelos outros,que não pareçam "papões", enquanto se esforçam por demonstrar as suas razões. Segui sempre com muito interesse os documentários históricos que Miguel Portas fez no Oriente e no Brasil, que cheguei a gravar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou e estarei sempre muito grata ao Miguel pelo seu envolvimento e solidariedade com as lutas dos professores e empenho em fazer deste país um lugar com maior justiça social e menos desigualdades.
      Tiranicamente, o cancro interrompeu precocemente a sua tarefa.

      Eliminar