sábado, 30 de janeiro de 2010

Maria, a Mulher do Ano no Dubai






Maria do Céu da Conceição, portuguesa de 32 anos, é hospedeira de bordo a tempo inteiro nas Linhas Aéreas do Dubai e vive nos Emiratos Árabes Unidos.

Maria fundou o "Projecto Dakha" nos seus tempos livres, uma organização não governamental de caridade para ajudar a quebrar o círculo da pobreza das crianças e famílias dos bairros carenciados do Bangladesh.

Visitou o orfanato da Madre Teresa de Calcutá e nunca mais a sua visão do mundo foi igual. Ontem declarou nos telejornais achar que a sua vida é um luxo comparada com a dos seus "600 filhos", razão pela qual despende por norma uma parte do seu salário para ajudar essas crianças.

O principal patrocinador desta ONG é a Emirates Airlines Foudation, que suporta mais de 70% das despesas inerentes ao Projecto em cada mês.
Os restantes custos são assegurados por doacções e o trabalho é desenvolvido por voluntários e empregados no terreno.

Neste momento Maria encontra-se a organizar um projecto semelhante para os refugiados birmaneses na Tailândia e mais tarde propõe-se lançar a mão às crianças pobres do Nordeste Brasileiro.

Sonha regressar a Portugal para dar apoio aos idosos, os quais considera negligenciados.

A Revista "Emirates Woman" elegeu-a a Mulher do Ano no Dubai.


Deixo-vos aqui uma amostra do dia-a-dia de Maria:



Visite o Blogue de Maria e o Blogue do Projecto Dakha.

7 comentários:

  1. Um post emocionante, que me "obrigou" a comentar. Tenho procurado informar-me e acompanhar o trabalho da Maria. Fantástico.
    Resta-me apenas dizer-lhe obrigado. Exemplos comos os dela é que nos fazem continuar, mesmo quando esta espécie, a mais safada à face da terra, parece não o merecer.
    motta

    ResponderEliminar
  2. Mesmo sendo novinha, talvez a Lelé se lembre de uma canção da Sheilla em que ela dizia: «Quer se queira ou se não queira, gente como esta é bela»?
    Creio que se aplica à Maria.

    ResponderEliminar
  3. 2ª. Via (não sei o que aconteceu à primeira, mistérios das caixas de comentários; se estiver em duplicado, por favor, apague.)
    Dizia eu:
    A Lelé é muito novinha, mas talvez se lembre de uma canção da Sheilla em que ela dizia:
    «Quer se queira ou se não queira, gente como esta é bela».
    Assenta como uma luva à Maria.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Creio que sim, Tacci.

    Assenta que nem uma luva na Maria.

    Não me lembro da canção, nem sei de que cantora se trata, mas subscrevo completamente a apreciação.

    Obrigada, volte sempre.

    Abraços.

    ResponderEliminar
  5. A Sheila Charlesworth foi casada com o Sérgio Godinho e viveu em Portugal o período da revolução de Abril.
    O nome aparece muitas vezes escrito «Shila», por causa do album "Doce de Shila", salvo erro de 1977.
    Se a electrónica, desta vez, não falhar, pode-se ouvir aqui:
    http://www.youtube.com/watch?v=fzFkw1Gw_PY
    Outro abraço.

    ResponderEliminar
  6. Obrigada Tacci.

    Essa Sheila do tempo do Sérgio Godinho sei muito bem quem é; era Canadiana e chegou a viver em Portugal.

    Depois de algum tempo não ouvi mais falar dela.

    Vou à procura da canção no You Tube.

    Abraço grande.

    ResponderEliminar