sábado, 18 de julho de 2009

Exposição de Henri Fantin-Latour 2







Henri Fantin-Latour (1836-1904), auto-retratado aqui na última imagem, é menos conhecido que Manet, Renoir e Cézanne.
Porém, fez o seu núcleo de apreciadores em França sobretudo no que diz respeito à sua mestria para os retratos. Em Inglaterra ficou conhecido essencialmente pelas pinturas de flores.
As mulheres e os amigos são dois dos temas preferidos de Fantin-Latour. De um outro tipo, mas igualmente agradáveis são os inúmeros vasos de flores e composições com cestos de frutos.

Segundo Olivier Mesley, curador do Museu do Louvre, o público, passados mais de cem anos sobre a morte deste artista, tem distanciamento suficiente para apreciar de modo espontâneo a sua obra.

Vale a pena visitar a exposição retrospectiva patente em Lisboa, na qual estão 80 quadros cedidos por mais de 30 instituições.


Fundação Calouste Gulbenkian, Galeria de Exposições temporárias
Av. de Berna, Lisboa, tel 217823000
Até 6 de setembro, 3ª a domingo das 10 às 18h, 4 Euros

Sem comentários:

Enviar um comentário