domingo, 5 de julho de 2009

Kylie Minogue - bon chic, bon genre





Para quem, como eu, não foi assistir ao concerto de Kylie Minogue, aqui ficam algumas impressões do jornal Público:

"Sensualidade, elegância e bom gosto marcaram a estreia em Portugal de Kylie Minogue".

“A cantora encontra hoje todo o espaço de que precisa para dar largas à sua electrónica pop estilo 80's e fá-lo com um bom gosto, uma sensualidade e uma elegância de fazer inveja a outras divas.”(...)

"Os 152 centímetros mais sexy da música".(...)

"Glamour em câmara lenta".(...)

“Kylie aprendeu muito com Madonna, mas não é um produto sucedâneo. As diferenças sobressaem.”(...)

“Uma artista simpática e eficiente”.(...)

“Figura com ar tão frágil e ao mesmo tempo tão magnético, da qual sai uma voz simultaneamente infantil, doce e sensual.”(...)

“Num guarda-roupa assinado por Jean Paul Gaultier), a elegância abafa a vulgaridade.”(...)

(...) “No mundo colorido em que Kylie se move, até seria fácil cair em exageros, mas o bom-gosto está presente em todos os detalhes. Kylie é uma "showgirl" com o pó das estrelas, que tem algo de inatingível, como todos os grandes vultos da pop. E encarna muito bem o seu papel enquanto ícone para todos os sexos e sexualidades. Mas Kylie não é uma boneca mecânica – é humana no sorriso, na entrega e na forma como se dirige aos seus fãs. Essa é a mais agradável das surpresas. Imparável e em grande forma, Kylie deu um espectáculo que, como ela disse, compensou a longa espera – e que merecia ter sido visto por mais gente."


Público, 05.07.2009 - 02h00 Silvia Pereira

Sem comentários:

Enviar um comentário