quarta-feira, 1 de julho de 2009

Monges Tibetanos viram-se para a Ciência



Tradicionalmente os monges Budistas passam a maior parte das suas vidas a estudar o espírito, deixando para segundo plano o mundo físico da matéria.

Porém, recentemente, um grupo de 91 monges Tibetanos de idades compreendidas entre os 20 e os 40 anos, dedica-se a estudos científicos; além dos textos sobre o Karma e o Vazio, estudam agora Galileu, os cromossomas, os neurónios, o Big Bang e outros assuntos.

No Norte da Índia vivem cerca de 120 mil tibetanos exilados, o que justifica plenamente a preocupação do Dalai Lama em modernizar o ensino nos mosteiros e escolas budistas.

Ele próprio, num dos escritos que li há algum tempo, lamentava não ter estudado melhor as Ciências, nomeadamente a Física e a Matemática, e manifestava o desejo de que os monges budistas viessem a poder efectuar esses estudos, muito para além das tradições do Tibete.

Agora em Dharamsala, onde o Dalai Lama vive e gere o seu governo tibetano no exílio, os monges podem, para além das leituras dos textos sagrados da Filosofia e Lógica Budistas, o que lhes ocupava cerca de 12 horas por dia, dedicar-se a ver ao microscópio um mundo até então desconhecido.

O seu Gabinete Oficial conta com ligações permanentes à Internet, televisão, telefone e fax, assim como todo um staff preparado em línguas estrangeiras, como convém a qualquer Chefe de Estado.

O mais importante dos tradutores oficiais do Dalai Lama é Matthieu Ricard, francês, doutorado em Biologia Molecular e filho do reputado filósofo Jean-François Revel; ele tornou-se monge Budista e passou a acompanhar o Dalai Lama como intérprete em muitas das suas deslocações ao estrangeiro, sobretudo a partir do momento em que este recebeu o Prémio Nobel da Paz.

Matthieu Ricard é uma das pessoas que mais tem contribuído para a difusão do Budismo no Ocidente e foi, através de vários estudos de Psicologia, considerado "o homem mais feliz do mundo".

Mais informação no
New York Times , 30 de Junho de 2009

Imagens:
1. Dalai Lama
2. Mathieu Ricard

2 comentários:

  1. Olá Lelé

    Deixo-lhe um convite para visitar o meu novo blog UTOPIE DEL MONDO - http://utopiedelmondo.blogspot.com/
    Vais ser um blog mais sóbrio e reflectido do que “Utopie calabresi”. Mais textos, menos fotografias, slideshows, etc. Espero que goste!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Olá Domenico!

    Obrigada pelo convite.

    Utopie del Mondo passará a integrar a minha lista de favoritos.

    Felicidades e parabéns pelo novo espaço de reflexões.

    Um abraço.

    ResponderEliminar