domingo, 5 de julho de 2009

Programa eleitoral do BE para os professores


O Bloco de Esquerda apresentou hoje o seu programa eleitoral.
Das muitas páginas consagradas à Educação, deixo aqui três ou quatro tópicos que referem especificamente aquilo que diz respeito ao trabalho dos professores:


PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO: MOTIVAR E VALORIZAR PARA RESPONSABILIZAR

O Bloco de Esquerda compromete-se na defesa:

• da estabilidade profissional e contra a precarização;

• do fim da fractura entre professores de primeira e de segunda, sublinhada como um dos ataques mais lesivos da escola pública e que não foi fundada nem em critérios de qualidade nem em conteúdos funcionais diferenciáveis;

• por uma avaliação credível, que se inicia pelas escolas em contexto, alia vertentes internas e externas, e assuma a responsabilidade colectiva do trabalho
docente;

• por um horário de trabalho que reconheça o aumento do tempo de qualidade para todo o trabalho docente vergonhosamente silenciado, e para dar resposta às exigências de mudança na escola pública;

• pela componente colectiva do trabalho docente como uma das vertentes mais positivas da sua actividade e como um dos aspectos que mais conteúdo dão à relação com os alunos/as.


PROGRAMA PARA UM GOVERNO QUE RESPONDA À URGÊNCIA DA CRISE SOCIAL, capítulo 3 - pp. 43/44.

Pode ler o programa integralmente em Portal do Bloco de Esquerda

3 comentários:

  1. Tens razão, mas como li o artigo e mais que um blog, fiquei sem saber de onde tinha retirado, mas já está corrijido. O seu a seu dono.

    Obrigada, bjs :)

    ResponderEliminar
  2. Pena que o BE não vá chegar a ser governo, visto que se preparam mais (pelo menos) 4 anos de governo Sócrates ou Ferreira Leite. Enquanto a esquerda não se unir para constituir uma força verdadeiramente alternativa de poder os professores estão lixados!

    Abraço

    ResponderEliminar