sábado, 21 de novembro de 2009

Belle de Jour ou a Doutora prostituta





Quem não se lembra do filme «Belle de Jour» de Luis Buñuel, onde Catherine Deneuve incarnava uma bela mulher da alta sociedade que se prostituía às tardes, no anonimato?

Esta história só de longe tem a ver com o filme, embora este possa ter inspirado a sua protagonista.

É esta a verdade: uma cientista vai viver para Londres para desenvolver as suas investigações e concluir o Doutoramento, porém vê-se a braços com dificuldades para pagar o elevado custo de vida naquela cidade e resolve arranjar um trabalho mais bem pago e menos aborrecido do que programadora de informática, actividade que desenvolveu durante algum tempo para pagar os estudos.

Decide contactar uma agência de acompanhantes e oferece-se como call-girl. Chega a ganhar 200 libras por hora.

Acaba por relatar as suas experiências eróticas num Blogue chamado Belle de Jour e conquista muitos leitores e admiradores.

O sucesso leva à realização de uma série de televisão e à publicação de vários livros que se tornam best-sellers.

Até há uma semana ninguém conhecia a verdadeira identidade de Belle de Jour.
A Blogger revelou-se finalmente há poucos dias como sendo Dra.Brooke Magnanti, especialista em Neurotoxicologia e epidemia do cancro e trabalha neste momento na Bristol Initiative for Research of Child Health.

As prostitutas inglesas revoltaram-se com a Dra. Brooke por ela retratar a prostituição como se fosse uma actividade onde só há prazer e glamour, quando essa não é a experiência da esmagadora maioria.

Vidas que só por acaso ou sorte acabam bem...!


Imagens:
1. Catherine Deneuve em Belle de Jour de Luis Buñuel;
2. Doutora Brooke Magnanti, a Blogger Belle de Jour.

Sem comentários:

Enviar um comentário