segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Facebook acusado de provocar 28 milhões de divórcios


"O número de divórcios provocados pelo Facebook e outras redes sociais está aumentar. Um estudo realizado por advogados britânicos mostra que o Facebook é apontado em quase todas as causas de separação nos últimos meses.

"Eu já tinha ouvido os meus funcionários a comentar que os clientes têm descoberto cada vez mais informações sobre os seus parceiros no Facebook e acabei por perceber que 20% dos pedidos de divórcio têm uma referência ao Facebook", explicou Mark Keenan, director-geral do Divorcio-Online. Segundo refere o responsável, a razão mais comum parecem ser as conversas sexuais tidas com pessoas com as quais não as deviam ter.
Existem já empresas informáticas que desenvolveram um software que permite espiar os seus parceiros através das redes sociais."

Jornal I-on line

Falta averiguar quantos casamentos já aconteceram por causa da mesma rede social...
Porque quem se divorcia, em geral não é para a seguir permanecer sozinho... digo eu, sei lá!

2 comentários:

  1. Observação pertinente, Lelé. Embora o ficar junto não implique casamento. ;) Aliás, se calhar, o certo não é dizer "ficar" mas sim "ir ficando".

    ResponderEliminar