quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Fisco francês diz que Uderzo não é um dos autores de Astérix


Era o que faltava: então agora, passados 51 anos Uderzo não é co-autor de Astérix???
Estes gauleses são doidos! Um artista de incontestável talento, aos 84 anos de idade, devia estar bem longe de sofrer um golpe como este, que está muito para além do prejuízo financeiro: põe em causa uma das coisas fundamentais da sua vida: a autenticidade da sua obra. Uma vergonha!


"Para o fisco francês, Albert Uderzo não é um dos co-autores da banda desenhada Asterix, mas apenas «um ilustrador». E exige que este devolva 203.000 euros ao tesouro gaulês.

'O fisco caiu na cabeça de Uderzo' é o título da notícia do Le Figaro online que dá conta que o homem que com René Goscinny criou a aldeia de irredutíveis gauleses recebeu, no dia 27 de Dezembro, uma nota a exigir a devolução de 203.000 euros. O fisco tinha deixado de o considerar autor dos livros de aventuras, mas apenas um «simples ilustrador», o que alterou a sua situação contributiva.

Uderzo, com 84 anos, sabe que não é o primeiro a sofrer tal 'ataque', baseado em questões técnicas. Mas está indignado: «Ao fim de 51 anos de bons e leais serviços retiram-me o direito de ser autor?», questiona. Acrescenta ainda não ser tanto o aspecto financeiro que o incomoda, diz o Figaro, mas «a brutalidade e falta de respeito com o qual, 51 anos depois da criação de Asterix, o fisco acorda e retira-me o direito de ser o co-autor do meu querido pequeno gaulês. Este é um ultraje que não aceito com a minha idade! Contratei um especialista fiscal e vou bater-me novamente» - Uderzo já tinha sido alvo de três inspecções fiscais, em que saiu vencedor.

O jornal falou com um especialista em direitos de autor que considera a questão «absurda». Diz que «há uma dicotomia entre o direito de autor e o direito fiscal baseada em textos que talvez datem do séc. XIX» e que «considerar que Albert Uderzo não é autor de Asterix não faz qualquer sentido; até parece que um inspector fiscal em Bercy (bairro de Paris onde está sediado o ministério da Finanças) não gosta de BD».

É caso para escrever: já não são os romanos... 'Estes gauleses estão loucos!'"

In Jornal SOL

1 comentário:

  1. Realmente os tipos do fisco são muito criativos: arranjam todas as desculpas para sacar dinheiro aos contribuintes. Bjs e um abraço.

    ResponderEliminar