domingo, 10 de julho de 2011

Ausência

 
Em nome da tua ausência
Construí com loucura
Uma grande casa branca
E ao longo das paredes te chorei...

Sophia de Mello Breyner Andresen

1 comentário:

  1. Nos versos da poetisa sinto o drama que ausências de muitas naturezas nos causam.Chorarmos em paredes brancas trarão nelas as marcas das lágrimas derramadas, mas não esquecidas.
    Ato de lamentos!Belo!
    Bjkas,
    Calu

    ResponderEliminar