domingo, 24 de julho de 2011

Poor Amy!


Amy teve, como outros, a ilusão da imortalidade e desafiou os limites. Poor Amy!




Não foi a primeira nem terá sido certamente a última estrela da música a morrer vitimada pelo abuso das drogas e do álcool. Mas inquietante é a idade e o modo como morreu. Será parte da "maldição" dos 27? Com essa mesma idade morreram outros grandes, do mesmo tipo de vícios, como Janis Joplin, Jimmy Hendrix, Jim Morrison e Kurt Kobain... Será fatídico?

Sem comentários:

Enviar um comentário