quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

"Eu sei fazer" ?


Lembram-se de um post que eu escrevi aqui quando a ministra Isabel Alçada, recentemente empossada, deu uma entrevista na RTP1 à Judite de Sousa e disse "Eu sei fazer"?

Apetece dizer-lhe agora, ao fim de quase três meses: "Ai, sim, então mostre lá!"

O meu colega Paulo Prudêncio do Blogue "Correntes" diz num comentário a esse post: "Gosto de te ver optimista".
Olha, amigo, acabou-se-me o optimismo.
Acho que os professores foram eleitos o bezerro para o sacrifício.

É o primeiro-ministro a mandar, é o ministro das Finanças a cortar e é a Isabel Alçada a fazer figura triste no meio deles todos, sem qualquer capacidade decisória.

O que existia era muito mau.
O que querem impor agora continua a ser muito mau.
Onde está a liberdade que afirmava possuir?
Se sabe fazer porque não faz?

Chegámos ao fim do ano com uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma.
E azia muita, mesmo sem ter comido bolo-rei.

6 comentários:

  1. Dá dó, não dá? Uma oratória tãofraca, uma argumentação tão frouxa e a sensação de que não está ali a fazer nada proque não manda nada.
    Desejo-te e ao pintor uma boa passagem de ano.

    ResponderEliminar
  2. Mete dó mesmo!
    Mas que cena... passados todos estes anos continuamos na mesma! Ou melhor, pior!
    Bjs
    Ah! E votos de excelente ano de 2010... que não tem culpa nenhuma de tudo o que por aqui se passa!

    ResponderEliminar