sexta-feira, 7 de maio de 2010

Isabel Alçada condenada por desobedecer a uma ordem judicial, vê-se obrigada a retirar do Concurso os resultados da avaliação


Confirma-se que num Estado de Direito Democrático ninguém está acima da lei ou isento de respeitar decisões do poder judicial", comenta a Fenprof.

Notícia do Expresso, a propósito do provimento dado pelo Tribunal de Beja à providência cautelar interposta pela Fenprof.
Em causa está o facto de os resultados da avaliação de desempenho do ciclo anterior não terem sido retirados dos boletins de concurso para os mais de 50 mil professores candidatos.
A ministra foi condenada a pagar uma multa diária de 8% do salário mínimo nacional até fazer cumprir a dita medida aprovada pelo Tribunal.

Chega-nos entretanto a notícia de que o Ministério da Educação retira os resultados da avaliação de desempenho da aplicação do concurso.

De vez em quando a Justiça funciona, thanks God!

9 comentários:

  1. Justiça? Então justiça significa que quem se assumiu a vontade de ser avaliado de uma forma mais rigorosa com observação de aulas, entrega de portfolios e afins deve ser igualado a quem nada fez...Grande justiça essa..

    ResponderEliminar
  2. Forma rigorosa? Onde foi a Escola onde houve rigor e justiça na avaliação? Convém dizer, para o pessoal que se sente injustiçado e que são muitos milhares, concorrer para lá.

    Depois, mesmo tendo em conta a existência dessa escola, com uma avaliação isenta, justa e rigorosa, que admito perfeitamente que exista, muitíssimas outras existem onde a avaliação foi uma perfeita farsa.

    E só por si, esses desfasamentos a nível do país, justificavam a impugnação de todo o processo de avaliação, que globalmente foi uma vergonha e a anulação de todos os seus efeitos.

    ResponderEliminar
  3. A lélé já me parece as pessoas dos sindicatos que só sabem criticar, desinformar e apelar à revolta sem nunca revelar alternativas plausiveis e que sejam possiveis de realizar..É obvio que avaliação que decorreu no ano anterior teve alguns defeitos, aliás como sempre terá qualquer processo de avaliação de pessoas. Em vez que usar essa sua força para contestar devia faze-lo para tornar o que diz ser uma farsa e pouco rigor num processo justo. Alias tal como referi no inicio provavelmente a sua ideia passa por os professores nem serem avaliados, ou entao serem avaliados como eram..Isso sim não era uma farsa...Era uma palhaçada...Ou entao já que se encontra tão informada sobre o que se passa em todo o pais diga-nos sff qual seria no seu entender o processo de avaliação mais adequado...Infelizmente tal como referem os sindicatos provavelmente não sabe..ou entao é qualquer coisa de muito vago...
    E para finalizar deixe-me so referir que está no antigo ECD que a avaliação de desempenho traria beneficios aos professores do quadro reduzindo o número de anos necessário em cada escalão..Com isso já não a vi nem aos sindicatos discordar...É esta demagogia e esta falta de critério grotesta que infelizmente se ve na maior parte dos professores deste país que só conseguem olhar para os seus interesses...

    ResponderEliminar
  4. Este Blogue tem 268 artigos sobre Educação.
    Experimente a clicar nessa etiqueta, que eles aparecem todos desde o início.
    Encontrará respostas aos seus juízos, que estão carregados de processos de intenções por parte de quem, visivelmente, me acusa sem conhecimento de causa.
    Estou ligada a um Sindicato, sim, acertou.
    E o Tiago (com maiúscula), estará ligado ao governo?
    Já agora, porque estará o seu perfil indisponível no Blogger?
    Assim é fácil ser agressivo...

    ResponderEliminar
  5. De facto, o Tiago defende os que sabotaram a luta dos professores, os que quebraram e dividiram...é esse o conceito de justiça?

    ResponderEliminar
  6. A Lelé engana-se mais uma vez... Não necessito de me esconder de nada nem de ninguem..Tal como é referido neste blogue com o 25 de Abril surgiu o direito de liberdade de expressão e é apenas esse direito que estou apenas a exercer. E como toda a pessoa que possui cabeça devia usa-la para pensar e não para criar cabelo e tentar fundamentar as suas opiniões.
    Quanto ao que refere, bem são tantas as coisas que podia falar que terei de me restringir às fundamentais.
    Relativamente a eu ser do Governo, bem é daquelas coisas que só passa pela cabeça de quem realmente não me conhece. Não sou dado a qualquer espécie de politicos que prai existe e se quer mesmo saber ainda mais, nunca na minha vida votei PS.
    Quanto ao acusar, bem, novamente se engana porque normalmente não faço juizos de valor das pessoas...Discuto é ideias...E não estava a falar da Lelé enquanto pessoa, mas sim a discutir as suas ideias relativamente a este assunto.
    Quanto ao ser de um sindicato não era preciso confirmar, era tão óbvio pelo discurso que nem tal seria necessário.
    Como a Lelé pode verificar com o seu ultimo comentário não rebateu nenhum dos meus argumentos, como tal considero que também concorda com eles. Mas acrescento mais um...Provavelmente deverá ter lido o ECD ainda em vigor. Nele verificará que haveria beneficios para os professores do quadro com menções de muito bom e excelente em termos de diminuição dos tempos de permanência em cada escalão. Mas também ai não vi nenhum sindicato nem tão pouco a Lelé a criticar.Aliás muitro provavelmente deverá estar de acordo. Esse é mesmo outro do mal do "povinho"..Só olha para o seu umbigo...
    Quanto ao comentário do donatien, bem, esse é ainda mais ridiculo...Sabe porque? porque a maior parte dos males que neste momento eu enquanto professor sofro, desde o descredito, à perda de regalias etc muitos deles foram causados por maus profissionais professores. A eles se devem grande parte daquilo que agora estamos a apanhar por tabela...Mas nem todos vemos bem...uns precisam de óculos..outros nem assim...

    ResponderEliminar
  7. Olá Tiago
    Uma vez que demonstra verdadeiramente interesse em que eu esclareça as minhas posições sobre o processo de avaliação de desempenho docente, farei um post dedicado especialmente a este assunto, dedicado a si.

    ResponderEliminar
  8. Olá Lelé,

    Ao contrário do que pensa, eu julgo que a verdadeira riqueza das coisas é a possibilidade de expressar diferentes opiniões e explanar argumentos. É dessa discussão que deveria ser salutar que se faz o enriquecimento pessoal de cada um...E com isto para dizer desde já que me sinto lisonjeado com um post dedicado a mim...:p

    ResponderEliminar