sexta-feira, 14 de maio de 2010

Morreu um combatente pela Liberdade


O Professor José Luís Saldanha Sanches faleceu sexta-feira aos 66 anos, vítima de cancro.

No seu site pessoal lia-se assim:

"J. L. Saldanha Sanches, Doutor em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa, é professor e jurisconsulto nas áreas de Direito Fiscal, Direito do Balanço e da Contabilidade, Direito Financeiro e das Finanças Públicas."

Actualmente leccionava na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e na Universidade Católica Portuguesa e frequentemente era solicitado pela comunicação social para comentar assuntos fiscais. Muitas vezes o ouvi com atenção admirando a sua erudição e lucidez.

Lembro-me dele muito antes da sua projecção mediática, ainda enquanto estudante da Faculdade de Direito, ao lado de Maria José Morgado, a sua companheira (hoje Procuradora-Geral Adjunta) e do Dr. Garcia Pereira (professor universitário).

Enfrentou a repressão, foi perseguido pelo regime e preso.
Habituei-me a respeitar as pessoas que, como ele, mesmo com elevados custos pessoais, lutaram para que nós, os mais novos, pudéssemos gozar da liberdade que hoje vivemos para escrever, falar e discutir as nossas ideias.

Presto-lhe aqui a minha sentida homenagem.

Pode ver aqui a reportagem da RTP.


3 comentários:

  1. Una enorme perda para o país que, sem ele, ficou mais pobre. :(

    ResponderEliminar
  2. Tenho sinceramente muita pena.
    Saldanha Sanches tinha um enorme talento e lucidez política e económica.
    66 anos não é idade para morrer...

    ResponderEliminar
  3. Grande perda, eu era e sou uma grande admiradora de Saldanha Sanches.
    Realmente não é idade para morrer, mas qualquer pessoa com um valor intelectual e enorme talento por mais idade que tenha, nunca é idade certa para partir...Lamentamos sempre a sua perda.
    Mas o caminho dele é para ser recordado sempre e que sirva de exemplo a todos nós, nos dias difíceis que vivemos.

    ResponderEliminar