sexta-feira, 18 de março de 2011

Dia Mundial do Sono


Assinala-se hoje, dia 18, o dia mundial do sono.
Durante o sono o organismo regula uma série de mecanismos, dando-se processos de regeneração celular; o repouso permite que durante o período de vigília as pessoas pensem e trabalhem melhor. Também para os estudantes é fundamental garantir um mínimo eficaz de horas de sono a fim de assegurar um bom rendimento escolar. 

O sono é um processo fisiológico normal, indispensável à saúde física e mental e os efeitos do seu défice podem ser devastadores. Uma boa parte dos portugueses sofre deste mal, com a consequente fadiga, irritabilidade e stress. Se falarmos dos seus efeitos ao volante, as notícias são do pior, donde podemos concluir que a falta do sono pode mesmo matar:

"Doze por cento dos portugueses, a maioria homens, já adormeceram enquanto conduziam, sendo a sonolência responsável por um em cada cinco acidentes rodoviários nas estradas portuguesas, indica uma investigação.

Um estudo da Associação Portuguesa do Sono indica que, no último ano, 23% da população sentiu sonolência enquanto conduzia e 3% chegaram mesmo a adormecer ao volante. A prevalência incide em homens, entre os 25 e os 34 anos, com alto risco de apneia, má qualidade de sono e com excesso de peso.
Estes homens pertencem à classe média e alta, residem na grande Lisboa e bebem, em média, três cafés por dia." (Lisboa, 17 mar Lusa/Expresso)

Existem distúrbios do sono como por exemplo o sonambulismo, a apneia, a insónia, ou o ressonar. 
Pode saber mais sobre estas e outras desordens e também fazer um teste sobre a qualidade do seu sono aqui.
Aqui pode ler mais notícias sobre os efeitos do sono ou a falta dele.

1 comentário: