segunda-feira, 21 de março de 2011

Pérola


Entre rimas, entre versos,
Entre artistas, sonhadores,
Jazem vidas, desamores
Moram mundos, universos.

E, numa fábula dispersa,
Sedenta de emoção,
Faminta de uma lição,
Repousa a alma, submersa.

Submersa em ouro, prata
Platina, Marfim
A Pérola acorda enfim
E, num suspiro, constata.

“Sou mais do que um excremento,
Sou mineral, pedra preciosa!
Sou cultura, poesia, prosa,
Sou gente, sou voz, sou Conhecimento!"

Para o Blogue Pérola de Cultura, no dia Mundial da Poesia.

Poema de P.D., a quem agredeço o generoso presente.
 
(Ilustração de autor que não foi possível identificar)

8 comentários:

  1. Este é um presente sincero e uma humilde homenagem a este maravilhoso Blogue.

    ResponderEliminar
  2. Lelé,
    olha que bonito!
    eu adoro pérolas, especialmente as de cultura. tenho montes de colares e uso-os em qualquer ocasião.
    concordo plenamente com a quadra final do teu presente.
    beijinho.

    ResponderEliminar
  3. lindas as Pearls do Luís. :)
    Parabéns a ele (e a ti ! )

    ResponderEliminar
  4. As pérolas são, do meu ponto de vista, os mais belos ornamentos para uma mulher.

    ResponderEliminar
  5. Concordo , plenamente, contigo!
    PD não é um nosso amigo da BD????

    ResponderEliminar
  6. Bonito Poema. Gostei!
    Será que temos Poeta?

    ResponderEliminar
  7. Pois, pelo andar da carruagem, quem sabe?

    ResponderEliminar