sábado, 23 de outubro de 2010

Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora - alguns flashes da inauguração

(Busto de Artur Bual e fotografia ampliada de Luís Diferr)

Deixo-vos aqui testemunho dos momentos iniciais deste Festival; ambos valeram a pena, pela mostra do trabalho dos dois autores nacionais em destaque este ano: Luís Diferr na Galeria Artur Bual (Câmara Municipal da Amadora) e Richard Câmara no Forum Luís de Camões.

(Entrevista de Luís Diferr à Comissão das Comemorações do Centenário da República)


(Nelson Dona, director do FIBDA, o vereador da Cultura da Câmara Municipal da Amadora, Luís Diferr e Richard Câmara)

A primeira cerimónia incidiu sobre a obra "Portugal" (publicada pelas Éditions Casterman na Bélgica e depois pelas Edições ASA em Portugal) com desenho e texto de Luís Diferr, da série "As Viagens de Loïs" criada por Jacques Martin.


(Ampliação da capa de "Portugal" e três dos momentos da sua criação por Luís Diferr)

Nesta exposição pode ver-se o processo criativo com as diversas fases da construção do desenho, calculado sob perspectiva geométrica rigorosa e também os testes de coloração até à obtenção do resultado final das ilustrações. Mostram-se também algumas das fontes documentais que serviram de base à investigação histórica necessária para recriar os monumentos e edifícios do Portugal antes do terramoto.

(Capas das três últimas obras de Luís Diferr, publicadas em português)

(O desenhador José Ruy e Maria José Pereira)

 A editora de Luís Diferr em Portugal, Dra. Maria José Pereira das Edições ASA, que ajudou a promover a exposição, dizia "esperar que fossem até à Galeria Artur Bual muitas turmas de alunos das escolas todas"...

(Três gerações de artistas na Banda Desenhada portuguesa: Luís Diferr, Nuno Saraiva e José Ruy)

No Forum Luís de Camões (na Brandoa junto à Escola Secundária Fernando Namora), podem ver-se os originais de Richard Câmara, autor em destaque numa das principais secções, com desenhos muito frescos e agradáveis, cujo tema principal é a República. É deste artista a autoria do cartaz do Festival deste ano.

(A ilustração para o cartaz do Festival deste ano, da autoria de Richard Câmara)

Ainda neste Forum vale a pena ver com atenção a galeria das caricaturas dos presidentes da República e políticos portugueses, com destaque para os homens da 1ª República - são verdadeiramente imperdíveis!


(Caricaturas de Ricardo Galvão e Carlos Laranjeira).

Nos próximos dias, a começar já hoje, sábado, anunciam-se, entre outras actividades, sessões de autógrafos com Luís Diferr, Richard Câmara, José Ruy, François Schuiten e Benoît Peeters,  autores francófonos de excelência, que estiveram presentes na inauguração.

(Luís Diferr explica aos seus colegas nas Éditions Casterman, o argumentista Benoît Peeters e o desenhador François Schuiten, detalhes da produção de "Portugal")

(Luís Diferr com o seu colega, mestre e amigo José Ruy)

Aqui pode ser consultada toda a programação.
Aqui pode ver o vídeo com a reportagem da inauguração.

Fotos: (c)Pérola de Cultura

5 comentários:

  1. Parabéns pela reportagem, texto e fotos tudo uma maravilha, como sempre. Quanto à obra do Luís Diferr "Portugal", que conheço perfeitamente, já tive oportunidade de me pronunciar mas não será demais repetir que é um excelente trabalho, e quero concordar com a Dra. Maria José, das Edições Asa, quando diz que seria muito útil que muitas escolas visitassem esta exposição. Ainda bem que o festival agrada pois é bom para todos.
    Um abraço amigo Maria Fernanda

    ResponderEliminar
  2. Concordo com tudo.
    Um abraço apertado, com carinho.

    ResponderEliminar
  3. Há uma troca de palavras na legenda da última foto acima. A palavra «Mestre» deve estar junto ao nome de Luís Diferr. Ele sim, é o Mestre. Eu sou e pretendo procurar a ser sempre um aprendiz. Parabéns por mais este trabalho notável. Um abraço de muita amizade e admiração
    José Ruy

    ResponderEliminar
  4. Não, querido Amigo, a legenda não está trocada.
    Todas as palavras estão mesmo nos seus devidos lugares.

    Não era o José Ruy que dizia, a propósito da exposição da Teresa "o seu a seu dono"?

    Então, eu como editora deste Blogue tenho de garantir a verdade e dar "a César o que é de César"!

    Um abraço carinhoso e reconhecido.

    ResponderEliminar
  5. Que guapo esta Luis en estas fotos ! Interesante trabajo y obra.
    Un abrazo amiga

    Maria

    ResponderEliminar