segunda-feira, 5 de março de 2012

Sobre os plágios na Internet

Sou tida pelos meus colegas de profissão como pessoa de "muito mau feitio".
Traduza-se: exigente, chata, rigorosa...  Sagitário de mau feitio, pronto. 
Ora, perante uma coisa deste tipo, é óbvio que não sou de repente acometida de uma crise de bom feitio. Então, reajo mal se alguém usurpar a autoria dos meus textos e os publicar como se fossem seus, coisa que já aconteceu mais do que uma vez. Reajo ainda pior se os meus alunos copiam trabalhos da Internet e os apresentam como feitos pela sua própria pena e ideia. Imaginem como poderia reagir se alguém viesse, por precipitada aflição, sugerir que este Blogue plagiava outros. Fazer plágios é coisa medíocre de quem não tem imaginação. E nós desse mal não padecemos.


Nesta casa há princípios e um deles é não escrever uma coisa e fazer outra; sempre e em toda a parte, aquilo que se diz, não pode ser de fachada, mas deve valer para dar o exemplo. Na barra lateral deste Blogue há muitas coisas que talvez passem despercebidas, mas não estão lá por acaso. Uma delas é uma tarjeta simples que diz:


 "Respeite os direitos de autor" 


Logo a seguir há outra aplicação com a legenda: 


"Não pratique o plágio"


Não é preciso dizer que, se me dei ao trabalho de lá colocar estes e outros apelos logo de início, é porque defendo a sua efetiva aplicação. Nenhuma aplicação da barra lateral é mero elemento decorativo. Todas foram selecionadas com motivo e intenção. 
Mesmo sendo habitual aqui no Blogue alguns de nós usarmos os petits-noms de famille da infância que as nossas mães ou tias nos chamavam, sabemos todos muito bem quem somos, e, sobretudo, conhecemos os valores e os perfis intelectuais e morais uns dos outros. Não somos, por conseguinte, personagens de ficção, que se escondem atrás de nicknames inventados para a blogosfera.
Como infelizmente na Net são recorrentes os roubos de autoria de textos, fotografias e outros elementos recolhidos na web, mesmo entre pessoas que não era suposto terem tais comportamentos, cabe esclarecer aqui alguns pontos essenciais:


- Todas as publicações são da minha decisão editorial, mas nem todas são da minha autoria.
- Todos os trabalhos assinados veiculam a autoria de quem os assinou, e logo, a sua responsabilidade.
- Textos não assinados são escritos por mim. 
- Se há transcrições ou citações, estão referenciadas ou linkadas as fontes respetivas.
- Todos os comentários são filtrados por mim antes da publicação nos posts, a fim de evitar a publicação não controlada de linguagem imprópria (já recebi injúrias e mesmo ameaças).
- Em caso de alguém identificar algum texto ou imagem como seu/sua que esteja supostamente assumida como propriedade intelectual de outrem nestas páginas, é favor contactar-me de imediato na caixa de comentários, rementendo para o seu original, a fim de que eu possa repor a verdade e proceder em conformidade, quer atribuindo a respetiva creditação, quer mesmo, suprimindo a publicação.
- Uma coisa é a partilha de conhecimentos, análises e ligações, às claras, e dando conhecimento às partes envolvidas; outra, é o roubo de produções, que colocam em causa a propriedade intelectual sobre uma obra, seja ela poema, texto de blogue, imagem, composição musical ou seja o que for.
Lelé Batita  

Sem comentários:

Enviar um comentário