quarta-feira, 1 de abril de 2009

Ah, coitadinha! Esta é mesmo só embalagem...



Já escrevi aqui várias vezes sobre mulheres que admiro.
Por exemplo, Rania da Jordânia, porque marca a diferença no mundo árabe e Natasha Richardson, que era uma excelente actriz e morreu subitamente.
Desta vez o destaque vai para a burrice.

A Miss Universo Dayana Mendoza, da Venezuela, numa das viagens no âmbito do seu "reinado" visitou a Base Militar de Guantanamo, em Cuba, tendo declarado que achou "a experiência fantástica, incrível e muito divertida!".
Visitou também um bar e "uma praia inacreditável!".
Num lugar onde se encontram ainda 240 prisioneiros, com os quais parece ter-se encontrado, divertiu-se à grande na companhia de Chrystle Stewart, Miss EUA.
Cabe dizer que os americanos não têm permissão para entrar em Cuba, mas a Base de Guantanamo é como se fosse território americano.
De um lugar acerca do qual houve relatos de torturas e todo o tipo da atentados aos direitos humanos e que tem sido objecto de várias intervenções da Amnistia Internacional, ouvir referências tão divertidas é no mínimo chocante.

Apetece sugerir à Miss que na sua próxima excursão se dirija até Auschwitz, na Polónia, visite o antigo campo de concentração nazi, que aí, certamente, vai achar o máximo e ficar super-excitadinha!

Sem comentários:

Enviar um comentário