quarta-feira, 15 de abril de 2009

Finalmente os EUA começam a levantar as restrições a CUBA


Já aqui escrevi sobre o meu desejo de ver levantado o bloqueio económico que os EUA impuseram a Cuba há quase 50 anos (artigo "CUBA, UMA QUESTÃO DE MODELOS" - 10 de Março de 2009).

Hoje finalmente começaram a dissipar-se as minhas dúvidas sobre a capacidade de Barack Obama enfrentar o estatuto há tanto tempo instalado, quando vi anunciar uma medida que reputo de enorme importância: as restrições de acesso a Cuba por parte dos cidadãos cubanos residentes nos EUA começam a ser levantadas.

Os cubanos que vivem nos EUA são muito numerosos, (só em Miami somam um milhão) e vão passar a poder ir à sua Ilha natal visitar as suas famílias e enviar dinheiro quando o entenderem. Já o podiam fazer, porém com muitas restrições.

Estas alterações haviam constituído uma das promessas eleitorais do Presidente Obama, o que me agradou enormemente. Fico a aguardar o fim do bloqueio económico, o qual Fidel de Castro ainda hoje apelidou de "genocida", além do encerramento da Base militar de Guantanamo.

Sem comentários:

Enviar um comentário