sexta-feira, 12 de março de 2010

Holocausto 65 anos depois


Menina : - Tenho que lhe dizer uma coisa, senhor... Tem no seu braço uma tatuagem sem graça nenhuma. É só um montão de números…

Senhor : - Bem teria a tua idade quando ma fizeram. Mantenho-a como uma recordação.

Menina : - Oh ! ... Uma recordação de dias mais felizes ?

Senhor : - Não, de um tempo em que o mundo ficou louco. "Imagina-te a ti mesma num país em que os teus compatriotas seguem a voz de um político extremista que não gostava da tua religião. Imagina que te tiravam tudo, que enviavam toda a tua família para um campo de concentração, para trabalhar como escravos, e ser assassinados sistematicamente. Nesse sítio te tiravam até o teu nome para ser substituído por número tatuado no teu braço.
Chamou-se a isso “O Holocausto”, quando milhões de pessoas foram mortas só pelas sua crenças religiosas..."

Menina : - Então tu usas essa tatuagem para recordares o perigo das políticas extremistas !

Senhor : - Não, querida. É para que tu o recordes.

Passaram já 65 anos, desde que terminou a 2ª Guerra Mundial na Europa. Este e-mail está a ser reenviando como uma cadeia comemorativa, em memória dos 6 milhões de judeus, 20 milhões de russos, 10 milhões de cristãos e 1.900 sacerdotes católicos que foram assassinados, massacrados, violados, mortos á fome e humilhados com os povos da Alemanha e Rússia olhando para o outro lado.

Agora, mais que nunca, com o Iraque, Irão e outros proclamando que “O Holocausto” é um mito, é imperativo assegurar que o Mundo nunca esqueça.

(Recebido por e-mail)

Clique sobre a imagem para ampliar.

2 comentários:

  1. ProfBlog para já indisponível! Alguém entrou com a conta do Ramiro, no blogue e publicou em seu nome, um post com conteúdos muito pouco póprios. Quem tem interesse em fazer este tipo de coisas?!...

    ResponderEliminar
  2. Alguma das bestas repugnantes que por aí pululam.
    Porca miséria!

    ResponderEliminar