quinta-feira, 11 de março de 2010

Magueijo e a sombra de Majorana


O físico português João Magueijo, de 42 anos, há muito radicado em Londres a trabalhar no King's College, escreveu um livro sobre esta personagem misteriosa, de seu nome Ettore Majorana, que desapareceu misteriosamente aos 31 anos em deixar rasto.

Magueijo afirma-se não só fascinado pela história, mas completamente "agarrado à questão": "Tem-me acompanhado durante toda a minha carreira científica como uma sombra que não consigo afastar, lembrando-me sempre da sua história".

A tentação imediata ao ler o relato emotivo de Magueijo é acreditar que ele pode muito bem ser a reincarnação do próprio Majorana... Why not?

Reportagem no Público.

2 comentários:

  1. Magueijo tornou-se famoso em 2003 quando publicou "Faster than the speed of light", um livro em que narra as suas atribulações no desenvolvimento e divulgação da sua teoria VSL (Variable Speed of Light), na qual contraria o postulado relativista da constância da velocidade da luz.
    O livro foi prontamente traduzido e editado em Portugal pela Gradiva.

    Neste momento, portanto, Magueijo é um cosmólogo conceituado (e contestado!) internacionalmente. Tudo isso deriva de ter lido Einstein aos 11 anos...

    Contudo, se bem me lembro de uma entrevista sua, hesitou durante bastante tempo entre as carreiras de cientista e de pianista. A primeira acabou por se impor, disse ele, e disso nunca se arrependeu.

    Podemos conjecturar se a 'sombra' de Majorana não se terá sobreposto à de um músico rebelde, também ele misteriosamente desaparecido!...

    ResponderEliminar
  2. E disse também na mesma entrevista que, se algum dia regressar a Portugal é para se tornar viticultor!
    E esta, hein?

    Quem disse que os físicos não têm veia artística?
    Veja-se o caso do nosso querido Professor Carlos Fiolhais, físico também, tão virado para a BD e outras artes.

    ResponderEliminar