sexta-feira, 8 de maio de 2009

Desresponsabilização dos Pais


Transcrevo aqui um relato de um professor de uma Escola do concelho da Amadora que recebi por e-mail, o qual merece ser divulgado.
É importante reflectir sobre este tipo de ocorrências.
Um dia pode bater à nossa porta.


"Algo de anormal se passa na cabeça dos pais/Encarregados de Educação.
Curiosamente atinge pessoas independentemente do género, religião, habilitações literárias, posição social e profissão (parece que já chegou também aos presidentes/autarcas).

Este problema - falta de responsabilização dos alunos e Encarregados de Educação - é cada vez mais preocupante (as campanhas de responsabilização dos professores por tudo o que corre mal na escola e aos alunos, estão a dar frutos...).

Falo por experiência própria, uns alunos foram assaltados, quando se deslocavam da
2ª EXPO de Emprego e Formação da Amadora para a sua escola.

Um pai dos alunos assaltados, veio responsabilizar os professores, o Director de Turma e a escola do assalto que o filho sofreu, porque "obrigou" (parece que é falso - o aluno terá mentindo ao pai) este a estar presente na exposição e não assegurou o transporte e respectiva escolta policial.

Registe-se ainda, o modo agressivo com que este pai falou comigo e com outro colega que estava na exposição.

Resumindo e concluindo, se este pai tivesse poder para suspender (sem ouvir as partes envolvidas) ou avaliar os professores intervenientes neste processo, provavelmente alguns de nós já estariam a ser entrevistados pela TVI, à porta da escola, com avaliação de "Excelente"!...

Os jovens que assaltam, que roubam, que espancam os colegas, as leis absurdas criadas pelo PS/PSD que contribuíram para a injustiça que reina neste país, a quase ausência de medidas punitivas na escola, as "famílias" problemáticas, isso não interessa nada.

Os professores é que são os responsáveis, os culpados.
E colegas, quem cala consente.

Não sei se o colega do Algarve foi o primeiro a ser suspenso deste modo, mas pelo andar da carruagem não deve ser o último...

Qual o papel do ME no meio disto tudo? E o nosso?"

Ilustração: Gustavo Fernandes

Sem comentários:

Enviar um comentário