terça-feira, 26 de maio de 2009

Movimentos Independentes de Professores e Sindicatos apelam à participação massiva na manifestação de dia 30 de Maio


O MEP, o MUP, a APEDE e o PROMOVA convergem no apelo à manifestação nacional de dia 30 de Maio proposta pela Plataforma Sindical.
Nos Blogs de Ramiro Marques, Paulo Guinote e outros manifesta-se igual intenção.

Penso que é talvez a última oportunidade neste ano lectivo de marcar o nosso descontentamento face às políticas educativas deste governo e marcar uma posição face à forma prepotente como esta equipa ministerial tem vindo a tratar os professores desde o início da sua legislatura.

O Estatuto da Carreira Docente, com a divisão da Carreira em Professores Titulares e não-Titulares, todo o processo subsequente do modelo de Avaliação de Desempenho Docente, absolutamente perverso, para não falar no congelamento (e roubo!) de tempo de serviço aos docentes, com os enormes prejuízos na sua progressão, são apenas alguns dos muitos motivos para voltar às ruas.

A minha posição é: com ou sem Objectivos Individuais entregues, todos estamos lesados e magoados, todos temos razões de sobra para nos sentirmos ofendidos na nossa dignidade profissional.
Por isso, TODOS deveremos sair às ruas de Lisboa no dia 30 de Maio.
A Pérola de Cultura junta-se a este apelo.

Sem comentários:

Enviar um comentário