sábado, 18 de junho de 2011

Saramago, um ano


As cinzas de José Saramago, falecido no dia 18 de Junho de 2010 em Lanzarote, repousarão num jardim no Campo das Cebolas, em frente à Casa dos Bicos, sede da Fundação com o nome do escritor, segundo autorização do presidente da Câmara de Lisboa, António Costa.

Será trazida uma oliveira centenária da Azinhaga, terra natal do escritor, que será plantada em frente à Fundação e junto da qual serão enterradas as cinzas. Sobre elas será colocada uma lápide com a frase "mas não subiu para as estrelas, se à terra pertencia" retirada do romance "Memorial do Convento".

A lápide de mármore virá de Pêro Pinheiro, na região Sintra, da qual saiu a pedra para a construção do Palácio Convento de Mafra a que se refere o romance.

Saramago tinha manifestado a vontade de que as suas cinzas repousassem num jardim de Lisboa, já que se trata de um espaço público e de renovação da Natureza.


Actualização do post: a cerimónia decorreu conforme o previsto às 11:30, hora do falecimento do escritor há um ano. As notícia estão aqui e aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário