quarta-feira, 15 de junho de 2011

Da vigarice na esfera docente



Eu defendo a partilha de materiais, mas não a cópia descarada, que não é mais do que uma fraude. E de fraudulentos estou eu cheia, neste país onde há tanta gente corrupta. Era só o que faltava, ver gente desta nas nossas fileiras. Ainda por cima a fazer uma pressão desgraçada sobre colegas, esses sim, que têm dignidade para ser professores!

Uma coisa é a partilha sã, a troca de opiniões e o trabalho colaborativo; outra é a sem-vergonhice de pessoas que, além de mal-educadas, pelos vistos são incompetentes. Se não são capazes de escrever um relatório, como dão aulas??? Como podem reivindicar qualquer autoridade sobre os alunos que copiam??? Esquecem-se de que o exemplo vem de cima???

Eu se fosse o Ricardo mandava-os bugiar. Nem que tivesse de fechar o Blogue; um editor de um Blogue não é nenhum criado de parasitas e vigaristas!

Não há pachorra, vão mas é pôr a massa cinzenta a trabalhar: vá, pode ser que consigam!
"#$%&/()=?»*+*^^!!!

6 comentários:

  1. Uma vergonha, Lelé, também postei o assunto mais do que deprimente.
    Que exemplo dado ao país!
    Beijinhos
    Anabela Magalhães

    ResponderEliminar
  2. Vou levar a imagem. Thanks!

    ResponderEliminar
  3. Anabela
    Só espero que "esta" seja uma ínfima minoria...
    Beijos, amiga!

    ResponderEliminar
  4. Também tenho esperança que estejamos perante uma minoria. Caso contrário, o que é que andamos a fazer na blogosfera? A alimentar parasitas? Não quero acreditar nisso.

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Carissima amiga Lelé

    Agradecemos a todos os amigos, seguidores e parceiros que celebraram connosco o “Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas”. Muito obrigado a todos pela participação!
    Os vossos comentários, e poemas, muito nos sensibilizaram demonstrando tanto amor e carinho pela nossa Associação. Ficamos muito honrados e felizes!

    Luís Vaz de Camões foi um grande poeta universal, humanista, autor da única epopeia da era moderna, “Os Lusíadas”. Para o professor Helder Macedo “Camões foi o primeiro poeta europeu com experiência direta de nações e de culturas tão diferentes da nossa quanto eram então as da África, da Índia, da Indochina. Celebrou o encontro do Brasil a Ocidente. Depois das viagens pioneiras dos portugueses, tinha deixado de haver apenas Europa na consciência europeia. Ele foi o pioneiro da moderna consciência universalista”.
    Através da nossa Associação, queremos divulgar a sua obra em Itália e continuar a integrar a nossa Associação no panorama cultural português.
    Sempre estaremos ao vosso lado!

    Abraços
    Domenico Condito
    “Associazione Culturale Luís de Camões”

    ResponderEliminar
  6. Professores, my dear, professores... Uma vergonha!

    ResponderEliminar