terça-feira, 15 de junho de 2010

Conto de fadas na Suécia?






A princesa Victoria da Suécia anunciou o seu casamento com Daniel Westling, um rapaz plebeu, professor de Educação Física, seu personal trainer, que o rei não aceitava. A jovem levou a sua por diante contra a autoridade do seu pai e a tradição do país.

Isto de príncipes casarem com plebeus não é inédito: já Filipe de Espanha casou com a jornalista Letizia Ortiz e o príncipe Haakon da Noruega casou em 2001 com Mette-Marit. Daniel, o noivo de Victoria, tal como os outros, terá de se sujeitar a aulas de etiqueta e outras formações para poder estar à altura do protocolo da casa real.

Ironia das ironias, há 30 anos, no mesmo dia para o qual está anunciado este casamento, 19 de Junho, o Rei Carlos Gustavo casava-se com Sílvia, uma jovem alemã de origem brasileira, igualmente plebeia, que do dia para a noite se viu transformada em rainha da Suécia...

Por todo o lado em Estocolmo se respira um ambiente de festa, como não se via há muito tempo. Aos cidadãos vai ser oferecido um gigantesco piquenique, para o qual todos são convidados. E o país inteiro assistirá (embevecido, calculo eu) à mediática cerimónia, através de ecrans gigantes colocados nas ruas.

Dos importantes convidados, 45 pessoas como reis, rainhas e princesas, ficarão hospedados no palácio real.

Corre o rumor de que Benny Andersson, um dos membros dos ABBA, está a fazer uma música para o casamento. Por acaso, ou talvez não, os ABBA interpretaram na televisão na véspera do casamento dos reis Carlos Gustavo e Sílvia a música Dancing Queen...

Uma coisa é certa: os hábitos estão mudar na monarquia europeia e ainda bem! É caso para dizer "love is in the air"!

Ler os detalhes da boda aqui.


2 comentários:

  1. Ora...o Napoleão arranjou-lhes um rei vindo do seu basse-cour e eles gramaram...e agora estão armados em esquisitos...

    ResponderEliminar
  2. Não me parece que eles estejam armados em esquisitos. Os suecos são um dos povos mais tolerantes do mundo. :-)

    ResponderEliminar