terça-feira, 23 de junho de 2009

Bloco de Esquerda pede a suspensão do modelo de Avaliação Docente


Os bloquistas dizem que não faz sentido manter um modelo que é um «erro»

"O Bloco de Esquerda (BE) quer que o Governo suspenda de imediato a avaliação de professores. Os bloquistas dizem que não faz sentido manter um modelo que é um «erro».
O modelo de avaliação de professores gerou muita polémica e uma guerra entre Governo e professores. Na semana passada a ministra da Educação pediu um parecer ao conselho científico para a avaliação de professores. Mas o Bloco defende que o modelo deve ser suspenso já.
O ministério da Educação já fez o balanço da legislatura. O abandono escolar diminuiu. Ana Drago concorda, mas diz que é preciso fazer mais."


IOL Diário, 23 Junho 2009

---------------------------------------------------------------------

"No dia 24 de Junho de 2009, pelas 10.30, terá lugar, na Assembleia da República, uma importante reunião entre os movimentos independentes de professores (APEDE, MUP e PROmova) e o Bloco de Esquerda [BE], visando o estabelecimento de um COMPROMISSO EDUCAÇÃO que, entre outras convergências possíveis, permita obter do BE um compromisso público de que, no quadro da próxima legislatura e no que depender de si próprio, revogará a divisão da carreira e suspenderá o actual modelo de avaliação."

In PROMOVA, Terça-feira, 23 de Junho de 2009

Sem comentários:

Enviar um comentário