sexta-feira, 26 de junho de 2009

ME e Sindicatos - mais uma negociação falhada


"O secretário de Estado da Educação, Jorge Pedreira, assumiu esta tarde, em conferência de imprensa, que não vai ser possível chegar a acordo com os sindicatos dos professores sobre a revisão do Estatuto da Carreira Docente.

Este facto não impedirá o ME de avançar com as suas propostas para aprovação em Conselho de Ministros.

Ontem, o Ministério formalizou a sua proposta de revisão estrutura da carreira docente, mas não abdicou da divisão em duas categorias. Pedreira reconheceu que esta posição torna inviável um acordo. "Para os sindicatos tudo o que não seja a abolição das duas categorias não é valorizado", disse.

Falta ainda apresentar a proposta sobre o modelo de avaliação de desempenho. A ministra da Educação anunciou na semana passada que espera um parecer do Conselho Científico para a Avaliação dos Professores. "O processo terá de estar concluído até ao final de Julho", disse Pedreira, adiantando que avançarão depois para a sua aprovação em Conselho de Ministros."

Público, Clara Viana - 25.06.2009 - 18h01

Comentário:

Hoje Jorge Pedreira entregou a sua proposta à FNE, na qual fica claro que não abdica da divisão da carreira em duas.
Hoje fá-lo-á à Fenprof, que entretanto convocou uma conferência de imprensa.

João Dias da Silva declarou que
"não abdicamos da abolição desta divisão iníqua, que se tem revelado profundamente perturbadora do funcionamento das escolas e um factor de degradação da qualidade das relações humanas e profissionais".

Mário Nogueira já adiantou que "os professores responderão na rua (...) em Setembro".

Não se pode dizer que mais esta tentativa falhada seja surpreendente.
Desta equipa do ME não espero mais nada, já o escrevi aqui há algum tempo.
Espero que ela caia nas próximas eleições e que os professores e as suas famílias tomem em mãos a tarefa e a consciência de ter de trabalhar nesse sentido.

1 comentário:

  1. Parece um bulldog pronto a morder...
    ...quase o podemos ouvir a rosnar... rrrrrrrrrrrggggggggg!!!!!!!

    ResponderEliminar