sexta-feira, 19 de junho de 2009

Operação de charme para enganar incautos


Ministra da Educação admite manter avaliação simplificada no próximo ano lectivo

"A ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, admite manter a versão simplificada do modelo de avaliação de desempenho docente por mais um ciclo avaliativo.
Num despacho divulgado hoje, esta é uma das duas opções para o próximo ano lectivo sobre as quais a ministra pede parecer ao Conselho Científico para a Avaliação dos Professores. A outra é voltar ao modelo original, regulamentado em 2008, “com as alterações eventualmente consideradas necessárias, designadamente a respeitante à duração dos ciclos de avaliação."


Público.pt, 19.06.2009 - 17h33 Clara Viana

Pode ler o artigo completo aqui.

COMENTÁRIO:
Torna-se evidente depois da operação de charme do primeiro-ministro na televisão, que os "votozinhos" dos professores ficaram a fazer alguma falta nas eleições europeias.

Convém portanto, não só reconhecer que o modelo de Avaliação de Desempenho foi "demasiado burocrático" e "excessivamente difícil", como tentar desde já acenar com alguns rebuçadinhos para reconquistar os votos dos docentes.

A FNE já se pronunciou dizendo que considera “um erro persistir neste modelo, ainda que simplificado”.

Evidentemente que o modelo, por mais operações cosméticas que se lhe aplique, enforma de erros graves de base que só se corrigem revogando-o e criando outro, em moldes completamente diferentes, coisa que até hoje tem sido sistematicamente recusado, mesmo depois do parecer desfavorável do Conselho Científico para a Avaliação de Professores.

O PS, José Sócrates e a ministra da educação tudo farão para enganar os incautos, fazendo-lhes crer que estão na rampa reformas vantajosas, que depois não o serão efectivamente, uma vez arrecadados os “votozinhos”.

4 comentários:

  1. Sem dúvida, na calha para serem enganados, como no passado. Quem armadilha uma vez, armadilha quantos forem necessárias.

    ResponderEliminar
  2. É mais um insulto de primeiro ministro que continua a pensar que todos nós fizemos um
    curso de FAX e como tal também somos idiotas
    ou pior ignorantes. Gostei do vosso Blog

    ResponderEliminar
  3. Mas que tristeza de governantes, Helena!
    Tenho dito.

    ResponderEliminar
  4. Não admito sequer por instantes que um "docente", na verdadeira acepção da palavra, possa votar em tal ditador

    ResponderEliminar