quarta-feira, 24 de junho de 2009

Em memória de Neda Soltan, iraniana de 27 anos, estudante de Filosofia e Música


(...) "Neda Soltan, a quem os bloggers iranianos chamam o Anjo da Liberdade, tornou-se o rosto dos protestos que exigem a repetição das eleições presidenciais de dia 12 e consideram uma fraude a reeleição do Presidente Mahmoud Ahmadinejad. As imagens da morte da jovem estudante de filosofia chegaram a todo o mundo através do Youtube, transformando-a num símbolo da violência da repressão." (...)

PÚBLICO, 23.06.2009 - 10h08

1 comentário:

  1. Por favor iranianos, chega de guerra. autoridades iraniana deem ao povo ao que ao povo pertence, liberdade. se o povo decidiu por algo diferente deixem que seja como o povo iraniano decidiu. e por ffavor é chato ver iraniano matando iraniano, parece com a ditadura militar que aconteceu no brasil, brasileiro matando brasileiro, isto foi ridiculo como esta sendo agora no teerã.

    ResponderEliminar